30/03/2016

Empreendedor Indiano lança talheres comestíveis para reduzir quantidade de plástico na lixeira

Fonte: Green Savers Os cidadãos indianos atiram para o lixo cerca de 120 mil milhões de talheres de plástico por ano, um número escandaloso para o ambiente e que levou Narayana Peesapaty a desenvolver um conjunto de talheres a partir de painço, arroz e trigo – ou seja, são comestíveis. Caso os talheres não sejam ingeridos, eles são biodegradáveis e […]
28/03/2016

Islandês produz garrafa a base de algas

Fonte: Exame Já pensou na quantidade interminável de garrafas plásticas que circulam pelo mundo? Estima-se que pelo menos metade destas embalagens são usadas apenas uma vez e logo descartadas, a maior parte indo parar nos lixões, onde demoram uma eternidade para se decompor. Atento ao problema, o estudante de design islandês Ari Jónsson desenvolveu uma alternativa curiosa para evitar a […]
22/03/2016

Projeto Comida Invisível chama atenção para alimentos desperdiçados

Fonte: Câmara Municipal de São Paulo Em entrevista ao Jornal da Câmara SP, a criadora do projeto Comida Invisível, Daniela Leite, falou sobre o Projeto de Lei que visa combater o desperdício de alimentos em São Paulo e como outros países lidam com a questão.       O que você irá deixar para o mundo? Conheça o Sou Resíduo […]
22/03/2016

População do Reino Unido reduziu consumo em 33% em 12 anos

Fonte: The Greenest Post Uma nova pesquisa do ONS (Instituto de Estatísticas do Reino Unido) mostra que, entre 2001 e 2013, a quantidade de matéria-prima consumida por pessoa/ano caiu de 15 para 10 toneladas. A queda representa uma redução de 33% nos hábitos de consumo da população local. É verdade que houveram alguns tropeços econômicos pelo caminho, mas a conquista […]
21/03/2016

A favela de SP que tem horta comunitária mantida pelos próprios moradores

Fonte: Hypeness Luz elétrica, asfalto, água encanada, coleta de lixo e esgoto são serviços ainda precários na Vila Nova Esperança, em São Paulo. Mas isso não impediu que os moradores se organizassem para deixar essa realidade um pouquinho melhor, fazendo jus ao nome da comunidade. A favela existe desde 1960 e hoje são cerca de 600 famílias morando por ali. […]