08/07/2020
Fórum econômico declara apoio à industria de reciclagem

As três práticas obrigatórias para que seu resíduo seja de fato reciclado

Existem muitas dúvidas sobre a reciclagem! Quem nunca teve sensação de estar separando o lixo em vão já que não sabemos o que acontece depois que o caminhão passa? E aquele material que não sabemos se é reciclável ou não? E afinal qual a diferença entre reciclável e reciclado? Calma. Fazer ou manter a prática da reciclagem em casa é […]
03/07/2020

Qual a diferença entre gestão e gerenciamento de resíduos sólidos?

O problema do lixo é grande e complexo. São necessárias boas práticas por vários atores para que os materiais recicláveis e orgânicos retornem para a cadeia produtiva. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o marco legal dos resíduos no Brasil, aponta que tanto na gestão como no gerenciamento de resíduos sólidos, deve ser observada a seguinte ordem de prioridade: […]
26/06/2020

Lei que combate o desperdício de alimentos é aprovada

No dia 23 de junho de 2020 foi aprovada a Lei 14.016 que dispõe sobre o combate ao desperdício de alimentos e a doação de excedentes de alimentos para o consumo humano. A Lei trás um grande avanço para o combate a fome e a geração de resíduos. Restaurantes e outros estabelecimentos que tem excedentes só serão responsabilizados caso seja […]
15/06/2020

Como funciona uma operação de gestão sustentável de resíduos?

Você provavelmente já deve ter passado em alguma área de uma loja, restaurante, ou até uma gigante do varejo onde o lixo é armazenado. Em alguns poucos casos vemos materiais ordenados por tipo, sinalização, maquinário etc, mas na grande maioria o que vemos é uma verdadeira bagunça. A diferença entre um cenário e outro é uma gestão sustentável de resíduos. […]
05/06/2020

Já imaginou um Mundo Sem Bitucas?

Por Marina Teles com Natália Zafra Goettlicher Idealizadora do Mundo SEM Bitucas Natália Zafra Goettlicher conta sobre o seu trabalho e seu propósito. Em um mundo cheio de bitucas Natália mobiliza voluntários de vários estados do Brasil e articula com organizações de todas as partes do mundo para conscientizar cidadãos, principalmente fumantes, sobre os malefícios da poluição e degradação ambiental […]

Existem muitas dúvidas sobre a reciclagem!

Quem nunca teve sensação de estar separando o lixo em vão já que não sabemos o que acontece depois que o caminhão passa? E aquele material que não sabemos se é reciclável ou não? E afinal qual a diferença entre reciclável e reciclado?

Calma.

Fazer ou manter a prática da reciclagem em casa é bastante simples. Temos que tomar alguns cuidados que logo viram hábitos e pronto! Pode se considerar uma pessoa sustentável em relação aos resíduos. Veja o que não pode deixar de acontecer:

1) Separar o lixo de acordo com o destino.

Existem três frações, ou seja três categorias básicas que devem atender o dia a dia de todos os resíduos gerados dentro de casa:

  • Recicláveis que vão para a cooperativas através da coleta seletiva
  • Rejeitos que vão para a o aterro sanitário através da coleta comum
  • Orgânicos que vão se tornar adubo se você fizer compostagem doméstica ou comunitária

Em algum momento você vai se deparar com resíduos perigosos como pilhas ou resíduos de saúde que devem ter um destino próprio e cuidados especiais. Esses materiais NÃO estão nas três categorias citadas acima, devem ser encaminhados para pontos de entrega voluntária (PEV) específicos e sujeitos a logística reversa.

Saiba mais sobre compostagem doméstica!

2) Limpar e armazenar corretamente

Agora que você já sabe como separar os resíduos é hora de manejar e armazenar corretamente.

O material reciclável é aquele que pode ser transformado em um novo produto ou embalagem a partir de um processo industrial. Então, o material que sai da sua casa, passa pela cooperativa onde é triado em mais de 30 categorias e de la passa por uma industria que transforma em matéria prima e só depois se torna um novo produto.

Para que valha a pena fazer todo esse processo o material deve ter valor de mercado. Então na cooperativa os recicladores selecionam os materiais de maior valor. Você pode otimizar esse processo colocando no rejeito alguns materiais que não tem valor ou não tem tecnologia para transformação na indústria: plástico laminado, papel filme, papeis sujos, chiclete, papel toalha, papel higiênico, entre outros.

Se o material estiver sujo e misturado com orgânicos e rejeitos vai causar um mal estar para os profissionais da reciclagem e vai ter um valor de mercado menor, reduzindo o que chamamos de reciclabilidade (um indicador que mostra qual é a chande do material voltar a cadeia produtiva). Vale a pena conhecer uma cooperativa para entender melhor como funciona esse mecanismo.

Saiba como funciona o gerenciamento de resíduos para grandes geradores

3) Descartar no dia e horário da coleta seletiva ou levar em um ponto de entrega voluntária

Coleta comum em São Paulo

Uma vez separado, limpo e armazenado em local apropriado, seu material reciclável está pronto para o destino certo! Mas não adianta deixar em qualquer lugar em qualquer horário.

Pesquise na internet ou com vizinhos o dia e horário da coleta seletiva, o caminhão que só coleta materiais recicláveis e leva direto para a cooperativa! Aí é só se programar para deixar seu resíduo na porta de casa um pouco antes do horário de coleta. Aproveite para pesquisar os dias exatos da coleta comum e deixar na rua seus rejeitos pelo menor tempo possível.

Existe a possibilidade também de levar seu material reciclável a um Ponto de Entrega Voluntária ou na própria cooperativa mais próxima.

Por tanto um material reciclável só é reciclado de fato quando fazermos essas três ações! Não é muito difícil e todos ganham: a economia, a sociedade e a natureza!

Quer tornar sua empresa mais sustentável? Que tal começar a praticar compostagem institucional e fabricar seu próprio adubo para os jardins e quem sabe começar uma horta?

Por Marina Teles

08/07/2020
Fórum econômico declara apoio à industria de reciclagem

As três práticas obrigatórias para que seu resíduo seja de fato reciclado

Existem muitas dúvidas sobre a reciclagem! Quem nunca teve sensação de estar separando o lixo em vão já que não sabemos o que acontece depois que o caminhão passa? E aquele material que não sabemos se é reciclável ou não? E afinal qual a diferença entre reciclável e reciclado? Calma. Fazer ou manter a prática da reciclagem em casa é […]
03/07/2020

Qual a diferença entre gestão e gerenciamento de resíduos sólidos?

O problema do lixo é grande e complexo. São necessárias boas práticas por vários atores para que os materiais recicláveis e orgânicos retornem para a cadeia produtiva. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o marco legal dos resíduos no Brasil, aponta que tanto na gestão como no gerenciamento de resíduos sólidos, deve ser observada a seguinte ordem de prioridade: […]
26/06/2020

Lei que combate o desperdício de alimentos é aprovada

No dia 23 de junho de 2020 foi aprovada a Lei 14.016 que dispõe sobre o combate ao desperdício de alimentos e a doação de excedentes de alimentos para o consumo humano. A Lei trás um grande avanço para o combate a fome e a geração de resíduos. Restaurantes e outros estabelecimentos que tem excedentes só serão responsabilizados caso seja […]
15/06/2020

Como funciona uma operação de gestão sustentável de resíduos?

Você provavelmente já deve ter passado em alguma área de uma loja, restaurante, ou até uma gigante do varejo onde o lixo é armazenado. Em alguns poucos casos vemos materiais ordenados por tipo, sinalização, maquinário etc, mas na grande maioria o que vemos é uma verdadeira bagunça. A diferença entre um cenário e outro é uma gestão sustentável de resíduos. […]