13/08/2019

Plástico e resto de cigarro são mais de 90% dos resíduos vistos no mar

Materiais de plástico e restos de cigarro representam mais de 90% dos resíduos encontrados no ambiente marinho brasileiro, segundo diagnóstico divulgado hoje (4) pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Ambos correspondem a 52,4% e 40,4%, respectivamente, do número de objetos coletados. Dados internacionais mostram que, no exterior, os materiais plásticos também são os mais […]
13/08/2019

Rio ganha duas usinas que transformam lixo em combustível e energia

Transformar lixo em energia e combustível. Essa será a função das duas usinas da Gás Verde S.A inauguradas nesta quinta-feira (4), no estado do Rio de Janeiro. As unidades estão situadas nos aterros sanitários de Seropédica, na região metropolitana, e em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Segundo a Gás Verde S.A, o biogás é mais puro do que o gás natural […]
13/08/2019

Contra desperdício, supermercado do Rio sai em defesa dos legumes “feios”

Ao longo de um ano, o mundo desperdiça cerca de um terço dos alimentos que produz, segundo as Nações Unidas. A perda de legumes, verduras e frutas ocorre em todas as etapas da cadeia de valor, mas é mais pronunciada no início (produção) e no final (consumo). No lado do consumo, é comum que alimentos com pequenos “defeitos”, como formatos […]
29/07/2019

Curso de Agrofloresta ensina a implantar “jardins comestíveis”

O Curso de Agrofloresta, na Ecovila Clareando, em Piracaia, a apenas 90 Km de São Paulo, nos dias 07 e 08 de setembro, das 8h de sábado até 13h de domingo, vai implantar do zero um Jardim Comestível na casa do permacultor Bento Cruz. O Curso aborda de forma prática os princípios e processos da Agricultura Sintrópica em áreas próximas […]
29/07/2019

Cidade colombiana cria corredores verdes para combater calor

É verão no Hemisfério Norte. Com as temperaturas subindo em toda a Europa, Índia, Egito e muitos outros lugares, a primeira reação das pessoas tem sido ligar o ar condicionado na capacidade máxima. Embora isso traga certo alívio no curto prazo, o uso do ar condicionado é uma solução ineficaz num planeta cada vez mais quente. O aumento na utilização […]

pesquisa identificou que a relação entre poluição e performance cognitiva aumenta com a idade e afeta especialmente homens com menor nível de educação.

Foram usados dados de 20 mil pessoas que vivem na China e que, em 2010 e 2014, fizeram testes de matemática e de linguagem como parte da CFPS (sigla em inglês para Painel de Estudos da Família da China), uma pesquisa nacional conduzida anualmente e financiada pelo governo chinês com famílias e indivíduos.

“A pesquisa (CFPS) também fornece informações exatas sobre as localizações geográficas e as datas das entrevistas, o que nos permite comparar as pontuações dos testes com os dados da qualidade do ar local com mais precisão”, explicam os autores do estudo, divulgado pela publicação acadêmica americana PNAS.

O estudo comparou os resultados dos testes de performance cognitiva com medições de dióxido de enxofre, dióxido de nitrogênio e de partículas menores que 10 micrômetros de diâmetro dos locais onde os participantes viviam quando fizeram as provas.

Não está claro o quanto cada um desses três poluentes seria culpado pela perda na performance. Monóxido de carbono, ozônio e partículas maiores não foram incluídos na análise.

Pai, mãe e filhos em moto em meio a nuvem de poeira
Quatorze cidades da Índia estão entre as 20 mais poluídas do mundo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde)

Cautela

Apesar de o estudo ligar poluição às notas mais baixas, a pesquisa não prova a relação de causa e efeito.

Os pesquisadores avaliam, contudo, que os resultados não estão restritos à China. Eles acreditam que as conclusões podem ser aplicadas globalmente, uma vez que 80% da população urbana mundial respira níveis considerados inseguros de poluição do ar.

Descrita como uma ameaça invisível que é capaz de matar, a poluição causa cerca de 7 milhões de mortes prematuras por ano em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Fornecemos evidência de que o efeito da poluição do ar nos testes verbais fica mais evidente à medida que as pessoas envelhecem, especialmente os homens e os com menos educação”, diz o estudo.

Acredita-se que muitos poluentes afetem diretamente a química do cérebro de diversas maneiras – partículas podem, por exemplo, transportar toxinas através de pequenas passagens e entrar diretamente no órgão.

Painel do Greenpeace em Jacarta
91% da população mundial mora em lugares onde a qualidade do ar não corresponde às exigências mínimas da OMS

Alguns poluentes também podem ter um impacto psicológico, aumentando o risco de depressão.

A poluição também aumenta o risco de doenças degenerativas como o mal de Alzheimer e outras formas de demência, indica o estudo.

Estar exposto a altos níveis de poluição do ar pode estar ligado “à redução do nível de educação por um ano… o que é demais”, segundo declarou um dos autores do estudo, Xi Chen, integrante da escola de saúde pública de Yale, ao jornal britânico The Guardian.

Pesquisas anteriores já haviam identificado que a poluição do ar tem um impacto negativo nas habilidades cognitivas de estudantes.

Trabalho ao ar livre

Os pesquisadores de Yale e Pequim analisaram os resultados das provas de homens e mulheres com mais de dez anos de idade, que responderam 24 questões de matemática e 34 de linguagem.

Os pesquisadores acreditam que uma das explicações para homens com menos educação serem os mais afetados pela exposição crônica de poluição é o fato de que, na China, eles são maioria nos trabalhos manuais realizados ao ar livre.

“Nossas descobertas sobre o efeito prejudicial da poluição na cognição”, conclui o estudo, “particularmente no envelhecimento cerebral, implicam que o efeito indireto sobre o bem-estar social pode ser muito maior do que se pensava anteriormente”.

Mulher usa máscara na China
Apesar de terem conduzido o estudo na China, pesquisadores acreditam que os resultados podem ser aplicados globalmente

Segundo o pesquisador Xi Chen, os efeitos para os idosos, que no estudo são os com idade acima de 55 anos, podem ser muito difíceis de compensar, dada a exposição cumulativa no longo prazo.

“Isso é muito preocupante, pois todos nós sabemos que as pessoas muitas vezes precisam tomar decisões financeiras importantes na velhice, como quando devemos nos aposentar, qual plano de seguro de saúde é melhor”, completa.

O estudo sugere que, embora os resultados da pesquisa sejam específicos para a China, ela pode lançar luz sobre outros países em desenvolvimento com poluição do ar severa.

Os autores dizem que 98% das cidades com mais de 100 mil pessoas em países de baixa e média renda que não atendem às diretrizes de qualidade do ar da OMS.

Fonte: BBC


Poluição do ar ao redor do mundo

– 7 milhões de pessoas morrem todos os anos por exposição à poluição do ar

– Poluição do ar provocou 4,2 milhões de mortes no mundo em 2016

– 91% da população mundial mora em lugares onde a qualidade do ar não atende às exigências mínimas estipuladas pela OMS

– 14 cidades da Índia estão entre as 20 mais poluídas do mundo

– 9 entre cada 10 pessoas no mundo respiram ar poluído

Fonte: OMS

07/09/2018

Estudo liga exposição crônica à poluição a redução nos níveis de inteligência

A pesquisa identificou que a relação entre poluição e performance cognitiva aumenta com a idade e afeta especialmente homens com menor nível de educação. Foram usados dados de 20 mil pessoas que vivem na China e que, em 2010 e 2014, fizeram testes de matemática e de linguagem como parte da CFPS (sigla em inglês para Painel de Estudos da Família da […]
07/09/2018

O lado nada pop do agronegócio

O agronegócio ocupa papel de protagonismo no noticiário brasileiro. Por um lado, chamam a atenção os resultados do setor, que tem sido o fiador da balança comercial do país e um importante pilar do Produto Interno Bruto (PIB), o que se sobressai ainda mais num período de crise. Esse prestígio, porém, murcha quando o foco se volta para a preocupação ambiental e […]
24/08/2018

Pesquisa mostra a necessidade de selos ambientais e reforça o alto impacto do consumo de carne

Pesquisa publicada na Science mostra como diferentes práticas de produção e localizações geográficas levam a impactos ambientais bem diversos entre si. Isso reforça a necessidade de tecnologias para monitorar a agricultura e da aplicação de selos ambientais em produtos alimentícios. Ainda assim, é possível afirmar que o impacto da produção de proteína animal, mesmo quando bem manejada, é bem superior aos demais alimentos Pesquisadores da […]
24/08/2018

Ele tem uma horta na laje de casa com mais de 150 espécies de plantas

Montar uma horta em casa pode ser uma alternativa maravilhosa para se alimentar de forma saudável, gastando menos e, de quebra, descobrindo um novo e divertido hobby. A falta de espaço é um dos principais empecilhos para quem deixa a ideia apenas na vontade, mas esse mineiro prova que, mesmo sem morar em grandes propriedades, é possível. Marquinho Biggs vive em […]