20/01/2018

Sistema Cantareira trabalha com capacidade 15% abaixo da esperada

De meados de 2014 ao início de 2016, o Estado de São Paulo passou por uma grave crise hídrica. O principal símbolo desse momento foram os baixos níveis de abastecimento do Sistema Cantareira, responsável pelo fornecimento de água para cerca de 8,8 milhões de pessoas. De acordo com o Consórcio PCJ, que administra as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e […]
20/01/2018

UE quer acabar com plástico não reciclável

A Comissão Europeia, poder executivo da União Europeia (UE), apresentou nesta terça-feira (16/01) um projeto que prevê que, até 2030, todas as embalagens plásticas do bloco sejam recicláveis. Anualmente a Europa produz 25 milhões de toneladas de plástico, mas menos de 30% desse montante é reciclado. Outro problema são os microplásticos, que contaminam o ar, a água e as cadeias […]
19/01/2018

O combate ao avanço da pecuária na Amazônia Notícia – 9 – jan – 2018

Desde 2009 o Greenpeace Brasil tem uma campanha que busca alertar a opinião pública sobre os impactos causados pela expansão da criação bovina na Amazônia, expondo o problema e exigindo soluções. Naquele ano publicamos o relatório “A farra do boi na Amazônia”, que deu origem ao Compromisso Público da Pecuária, assinado pelos maiores frigoríficos do país. Embora o acordo não tenha sido […]
17/01/2018

Amor é mais associado à felicidade conforme ficamos mais velhos

“Amor é quando ele segura a minha mão pouco antes da decolagem do avião”, respondeu uma das participantes da pesquisa de Thiago de Almeida sobre o conceito de amor. O estudo do psicólogo revelou que a idade, o nível de escolaridade e o gênero são fatores que influenciam a forma como o amor é entendido. Para descobrir as características comumente associadas […]
16/01/2018

O azul volta aos céus de Pequim

As imagens de Pequim sob uma espessa camada de poluição deram a volta ao mundo no ano passado, mas agora o céu azul voltou a dominar a capital chinesa, apesar de a luta contra a contaminação se anunciar longa. “É como se a vida tivesse voltado”, explica satisfeito Zou Yi, um pequinês que há cinco anos fotografa todos os dias […]

Fonte: GreenpeaceBR

Na manifestação na frente do órgão, nossos ativistas entregam a Carta em Defesa dos Corais da Amazônia, assinada por cientistas contra a exploração de petróleo na bacia da foz do Amazonas; decisão que pode sair em breve não tem amparo técnico.

“Não é necessário abrir uma nova fronteira de exploração de petróleo para atender as necessidade de energia do País, ainda mais em uma região altamente sensível e da qual dependem muitas comunidades vulneráveis, como na bacia da foz do Amazonas.” A afirmação é da própria Associação dos Servidores do Ibama – Asibama, que representa os funcionários do órgão, em apoio à manifestação do Greenpeace em frente ao prédio do Instituto, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (14/8).

Com banners e placas, reunimos nossos ativistas e voluntários para pedir ao Ibama que resista à pressão política e ao lobby das empresas Total e BP e  negue a licença ambiental que autoriza a exploração de petróleo na região, pois não há amparo técnico. “Os Estudos de Impacto Ambiental das empresas são repletos de falhas e inconsistências que impedem uma clareza sobre o tamanho dos danos em caso de vazamentos, no entanto, as próprias empresas admitem a probabilidade de 30% de um derramamento de óleo atingir o recife. É um risco muito alto”, afirma a bióloga Helena Spiritus, da campanha de Clima e Energia do Greenpeace.

Este é um momento crucial para a campanha, pois a licença está prestes a ser decidida pelo Ibama. Por isso, na manifestação, o professor Carlos Eduardo Leite Ferreira, doutor em Biologia Marinha e coordenador do Laboratório de Ecologia e Conservação em Ambientes Recifais da Universidade Federal Fluminense (Lecar/UFF), entregou ao representante da área de Óleo e Gás do Ibama, Ivan Werneck, a “Carta Aberta” assinada por renomados cientistas do mundo todo e que pede a proteção desse bioma.

“O recife dos Corais da Amazônia, além de ser um corredor de biodiversidade entre a foz do Amazonas e o Caribe, é um refúgio para os corais que se encontram ameaçados pelo aquecimento global por estar em uma região mais profunda. No futuro, ele poderá ajudar a repovoar as áreas degradadas dos oceanos, porém, ainda o conhecemos muito pouco. Por isso pedimos que o Ibama ouça a Ciência e priorize a proteção desse ecossistema”, afirma o cientista.

Você também pode fazer parte dessa manifestação. Clique e envie uma mensagem direta para a presidente do Ibama pedindo pela proteção dos Corais da Amazônia.

srzz

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

15/08/2017

Ibama, ouça a ciência e não ceda às pressões políticas

Fonte: GreenpeaceBR Na manifestação na frente do órgão, nossos ativistas entregam a Carta em Defesa dos Corais da Amazônia, assinada por cientistas contra a exploração de petróleo na bacia da foz do Amazonas; decisão que pode sair em breve não tem amparo técnico. “Não é necessário abrir uma nova fronteira de exploração de petróleo para atender as necessidade de energia […]
28/06/2017

O app que permite comprar restos de restaurantes a preços baixíssimos

Fonte: Hypeness Nós sempre alertamos aqui sobre questões relacionadas ao desperdício de alimentos. E, embora muitas iniciativas estejam lutando contra isso, são poucas as que podem ser acessadas na palma da sua mão. Entre elas estão dois aplicativos inovadores que vendem refeições que não foram servidas em restaurantes – e acabariam no lixo – a um preço bem abaixo do […]
08/09/2016

Lápis se transforma em planta após o uso

Fonte: Revista Casa e Jardim Todos os anos, mais de 50 mil árvores são derrubadas para produzir a quantidade de lápis que o mercado comercializa. E se esses lápis devolvessem ao ambiente um pouco do que tiraram? Essa é a promessa do Sprout Pencil Após algumas apontadas e inúmeras palavras escritas, chega aquele momento em que fica impossível segurar aquele […]
26/01/2016

Pesquisadores brasileiros usam frutas para criar plástico de cozinha comestível e biodegradável

Fonte: Hypeness Quantos de nós usamos plástico na cozinha? Aquele que embala alimentos, potes, lanches… E depois de usados, para onde vai todo esse lixo? Pensando neste tipo de situação e zelando pela preservação dos recursos naturais que pesquisadores brasileiros fizeram uma obra-prima da ciência e da sustentabilidade. O material criado não é derivado do petróleo e tem como base […]