06/07/2018

Fazendeiros investem em agricultura orgânica após adoecerem com uso de agrotóxicos

Para aqueles que ainda duvidam de que, além de mais saudável (tanto para o ser humano quanto para o meio ambiente), a agricultura orgânica é também mais eficiente (e, portanto, mais lucrativa) do que a tradicional – que utiliza fertilizantes artificiais, aditivos e agrotóxicos –, apresentamos  Blaine Schmaltz, fazendeiro no estado de Dakota do Norte, nos Estados Unidos. No ano de 1993, ele estava aplicando herbicida no campo, […]
06/07/2018

Museu Paulista e Sesc Ipiranga apresentam “Papéis Efêmeros”

lguém se lembra do drops Dulcora? Aquele com a embalagem laminada toda colorida, com balas quadradas verdes, amarelas, azuis, vermelhas, embaladas uma a uma. E a cartilha Caminho Suave, escrita pela educadora Branca Alves de Lima, lançada em 1948 e que, no decorrer de meio século, ensinou 40 milhões de brasileiros a ler e escrever? Tem ainda o índio Caramuru, que […]
19/06/2018

UE estabelece meta de 32% de energias renováveis até 2030

Após longas negociações entre a Comissão Europeia, eurodeputados e países-membros, a União Europeia (UE) concordou nesta quinta-feira (14/06) em aumentar sua meta de consumo de energias renováveis, como eólica e solar, para 32% até 2030, em vez dos 27% previstos anteriormente. “Temos um acordo!”, anunciou Miguel Arias Cañete, comissário europeu para energia e ações climáticas, em mensagem no Twitter. “Foi uma […]
19/06/2018

Queima indiscriminada de lixo se torna problema ecológico na Polônia

Polônia, um dos países com níveis de poluição mais elevados da Europa, começa a perceber agora como a enorme importação de lixo de outros países e a sua descontrolada queima dispara os níveis de contaminação, com nuvens de gases tóxicos que escurecem o céu do país e prejudicam o solo. A Polônia importou mais de 730 mil toneladas de lixo […]
19/06/2018

População come e bebe plástico

Apresentado ao mundo em 1862 e popularizado no século seguinte como um material inovador, o plástico se tornou um dos vilões do planeta. Movimentos engajados em boicotar esse produto encontram em pesquisas recentes, que demonstram os malefícios não só em relação ao meio ambiente, mas também à saúde, os argumentos para impulsionar essa guerra ao material. O principal risco: até […]

Desde 2009 o Greenpeace Brasil tem uma campanha que busca alertar a opinião pública sobre os impactos causados pela expansão da criação bovina na Amazônia, expondo o problema e exigindo soluções.

Naquele ano publicamos o relatório “A farra do boi na Amazônia”, que deu origem ao Compromisso Público da Pecuária, assinado pelos maiores frigoríficos do país. Embora o acordo não tenha sido tão efetivo como a Moratória da Soja para frear o desmatamento da maior floresta tropical do mundo, o compromisso é um divisor de águas para o setor. Nunca antes houve uma campanha tão intensa para denunciar a destruição financiada pela pecuária.

Dando continuidade à campanha, em 2015 lançamos o relatório Carne ao Molho Madeira, mostrando que os principais supermercados do Brasil não garantem a seus clientes que a carne vendida nas gôndolas respeite o meio ambiente e os direitos humanos.

Após a pressão de consumidores ativistas, três das principais redes de supermercado do país (Grupo Pão de Açúcar, Walmart e Carrefour) se comprometeram a adotar medidas para garantir o controle sobre a carne que vendem.

Atualmente seguimos acompanhando o cumprimento do compromisso dos supermercados em banir de suas gôndolas a carne contaminada com desmatamento, o que infelizmente ainda está longe de acontecer. O desafio ainda é grande. Cada supermercado está num estágio diferente de implementação. Mas é fato que todos precisam avançar para realmente colocar em prática seus sistemas de controle para impedir que o consumidor leve carne com desmatamento pra casa.

Greenpeace deixa compromisso público da pecuária

Em junho de 2017, após os escândalos de corrupção envolvendo o setor da pecuária no Brasil e os ataques aos direitos humanos e à proteção das florestas, decidimos suspender nossa participação na implementação do Compromisso Público da Pecuária, assumido em 2009 pelos três maiores frigoríficos do país (JBS, Marfrig e Minerva) após a pressão criada pela nossa campanha.

Diante da falta de credibilidade da cadeia como um todo e do retrocesso socioambiental que vivemos neste momento no país, entendemos que a efetividade do compromisso está comprometida. Nas circunstâncias atuais acreditamos ser necessário a criação de condições políticas para que ferramentas de controle social voltem a ter credibilidade.

Desafios para o futuro e o papel do consumidor

Apesar de todos os esforços em andamento, ainda há grandes chances de o consumidor encontrar carne com desmatamento nos supermercados e estabelecimentos que frequenta. Por isso, precisamos continuar pressionando para que o modelo de produção e consumo de carne não contribua para a destruição da maior floresta tropical do planeta.

De um lado, as empresas são responsáveis por garantir a boa origem de seus produtos e os governantes devem prezar pelas condições necessárias para impedir a destruição das florestas e a violação dos direitos humanos.

De outro, cada um nós pode fazer sua parte não só pressionando as empresas e os governos para que cumpram suas responsabilidades, mas também reduzindo o consumo de carne, o que ajuda a diminuir a pressão sobre a floresta.

O Greenpeace continuará expondo e investigando o problema da pecuária na Amazônia e seguirá cobrando e colocando o dedo em todas as feridas abertas da cadeia de produção até o dia em que vidas e árvores não sejam mais tombadas para dar lugar a criação de gado na Amazônia.

Se quiser saber mais, acesse carneaomolhomadeira.org.br.

 

srzz

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

19/01/2018

O combate ao avanço da pecuária na Amazônia Notícia – 9 – jan – 2018

Desde 2009 o Greenpeace Brasil tem uma campanha que busca alertar a opinião pública sobre os impactos causados pela expansão da criação bovina na Amazônia, expondo o problema e exigindo soluções. Naquele ano publicamos o relatório “A farra do boi na Amazônia”, que deu origem ao Compromisso Público da Pecuária, assinado pelos maiores frigoríficos do país. Embora o acordo não tenha sido […]
17/01/2018

Amor é mais associado à felicidade conforme ficamos mais velhos

“Amor é quando ele segura a minha mão pouco antes da decolagem do avião”, respondeu uma das participantes da pesquisa de Thiago de Almeida sobre o conceito de amor. O estudo do psicólogo revelou que a idade, o nível de escolaridade e o gênero são fatores que influenciam a forma como o amor é entendido. Para descobrir as características comumente associadas […]
16/01/2018

O azul volta aos céus de Pequim

As imagens de Pequim sob uma espessa camada de poluição deram a volta ao mundo no ano passado, mas agora o céu azul voltou a dominar a capital chinesa, apesar de a luta contra a contaminação se anunciar longa. “É como se a vida tivesse voltado”, explica satisfeito Zou Yi, um pequinês que há cinco anos fotografa todos os dias […]
12/01/2018

Professora adota currículo da ONU sobre igualdade de gênero em áreas rurais do Pará

A professora paraense Danielle Figueiredo, de 33 anos, dá aulas para alunos do ensino médio em áreas rurais do Pará por meio de um sistema denominado modular. Nele, as aulas são concentradas em apenas uma disciplina durante 50 dias, em locais de melhor acesso para estudantes que vivem longe dos centros urbanos. Isso significa que Danielle, professora de sociologia pós-graduada […]