Fórum econômico declara apoio à industria de reciclagem
As três práticas obrigatórias para que seu resíduo seja de fato reciclado
08/07/2020
Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo
15/10/2020

Itaquá Garden Shopping é Sou Resíduo Zero

Maior e mais completo centro de compras do Alto Tietê é 100% sustentável na captação, reciclagem e destinação de resíduos sólidos e orgânicos ‘Sou Resíduo Zero’!

Com uma proposta totalmente sustentável e de preservação do meio ambiente, o Itaquá Garden Shopping conta com sistema de captação, tratamento e destinação dos resíduos produzidos pelo centro de compras. Um verdadeiro exemplo de respeito à natureza.

Entrada do Shopping Itaqua.

O local conta com uma área de compostagem acelerada – espaço de destinação dos restos orgânicos – e uma estação de tratamento de esgoto (ETE) que recebe todo efluente do empreendimento para ser 100% tratado e retornar para o reuso. 

Embasado na temática de evitar, reduzir, reutilizar, reciclar e compostar, o gerente de operações do Itaquá Garden Shopping, Márcio Reis, destacou o processo de separação do lixo no empreendimento, com foco no resíduo orgânico, gerado a partir da praça de alimentação, em que os funcionários são orientados a separar os restos de comida que serão encaminhados para o descarte de forma seletiva. 

Logo do Movimento Sou Resíduo Zero.

“O modelo utilizado pelo Itaquá Garden Shopping otimiza a separação dos resíduos sólidos do orgânico e dá para cada lixo a destinação correta. A preocupação com o meio ambiente vai além da segregação dos resíduos, passa por disponibilizar aos frequentadores do centro de compras alternativas para realizarem o descarte correto de resíduos, pautada na educação ambiental e implementação de um modelo a ser seguido por toda a sociedade”, destacou.

Fernando Beltrame, presidente da empresa Eccaplan Consultoria em Sustentabilidade – parceira do Itaquá Garden Shopping na criação do projeto ‘Sou Resíduo Zero’ – destacou que a prática serve principalmente para reduzir a quantidade de material enviado ao aterro sanitário, redução de custos operacionais, geração de renda e emprego.

Além de disponibilizar insumos para adubar a terra e melhorar o tipo de solo existente, além de liberar nutrientes dos minerais. “O resíduo orgânico compostado produz um adubo essencial para o cultivo de uma horta saudável e totalmente orgânica. Além disso, a compostagem não requer equipamentos caros e que requeiram manutenção constante, mas apenas a organização de um processo simples e estrutura”, disse. “Quanto mais orgânico for o adubo e menos componentes químicos ele tiver, melhor será a terra para fertilizar o que desejamos cultivar”, concluiu.

Fonte: Região em contexto. Para ler a matéria completa clique aqui.

O Movimento Sou Resíduo Zero surge com o objetivo de engajar pessoas, comunidades e empresas a planejarem e gerenciarem seus resíduos, enfatizando a não geração e uma grande mudança na forma atual do fluxo de materiais na sociedade. Sou Resíduo Zero abrange mais do que a eliminação de resíduos através da reciclagem e reutilização, este incide sobre a reestruturação dos sistemas de produção e distribuição para reduzir o desperdício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =