Chapada dos Veadeiros – antes e depois do maior incêndio de sua história
16/04/2018
Corais da Amazônia são destaque no Futurando
01/05/2018

Cão abandonado por ser ‘feio’ é adotado e tem mudança de comportamento inacreditável

Beaux Tox é um Labrador Retriever que nasceu com uma deformidade facial e viveu uma vida de constante rejeição e negligência, até encontrar Jamie Hulit, sua alma gêmea.

Beaux nasceu com características únicas, resultado de ter sido esmagado no ventre de sua mãe quando ela estava grávida de mais seis filhotes. “Ele simplesmente foi empurrado para fora do caminho e formou como ele se formou”, Jamie disse ao The Dodo. Este foi apenas o começo da vida para Beaux, cuja inteligência e personalidade não foram afetadas pela deformidade.

“Por causa de sua deformidade facial, as pessoas que o estavam criando não conseguiram vendê-lo”, explicou Jamie. “Então eles o entregaram de graça.” Beaux acabou vivendo com um homem que o negligenciou e o deixou do lado de fora, sozinho, por 5 anos. Ele foi negligenciado na medida em que os grupos de resgate locais tentaram intervir, sem sucesso, e tudo o que restou de Beaux foi um animal triste, cheio de doenças e parasitas, sem o menor resquício de esperança.

Então, Jamie chegou. Jamie não se intimidou com o estado desesperado de Beaux e estava determinada a dar-lhe uma segunda chance. “Eu não me importava com o quanto ele estivesse doente”, disse ela. “Eu só não queria que ele entrasse no sistema de adoção novamente e fosse devolvido.”

“Eu queria que ele tivesse estabilidade e um lugar que ele soubesse que era sua casa. É por isso que o adotei diretamente do dono”.

Jamie podia ter empatia com Beaux, pois ela também cuidava de crianças adotivas e conhecia os sentimentos de falsa esperança e rejeição que vêm sendo transmitidos de família em família.

Agora ele se encontra como parte de uma família feliz, tornando-se um irmão mais novo para outro Retreiver chamado Riley. Eles se uniram e se tornaram melhores amigos. “Riley e Beaux absolutamente se amam”, diz Jamie sobre o par. “Eles são perfeitos um para o outro, mesmo com a diferença de idade (Beaux tem 6 e Riley, 13) e, embora Beaux aja como um cachorrinho, isso ajuda Riley a continuar jovem.”

Então tudo está bem quando acaba bem. Apesar de uma vida de dificuldades, Beaux Tox exala a alegria e a inocência de um filhote e não poderia ser mais feliz em sua nova família.

 

 

Seu evento pode gerar impacto positivo 
e obter redução de custo com a gestão de resíduos.

Saiba como, aplicando os princípios do movimento Sou Resíduo Zero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *