Em dois anos, Cerrado perdeu equivalente a mais de três DF pelo desmatamento
31/07/2017
Esta vila colorida e movida a energia solar foi criada para pessoas em situação de rua na Holanda
Esta vila colorida e movida a energia solar foi criada para pessoas em situação de rua na Holanda
02/08/2017

WWF-Brasil realiza peça sobre conservação ambiental para crianças de comunidades cariocas

Fonte: WWF

Após cinco anos de pesquisas científicas no Arquipélago das Ilhas Cagarrasprimeira área de conservação marinha do Rio de Janeiro, o Instituto Mar Adentro, com apoio do WWF-Brasil, realiza o musical infantil “Um Passeio Mar Adentro”. A ação lúdica faz parte do projeto Conhecer para Preservar, que busca sensibilizar a sociedade na proteção ao meio ambiente marinho, combatendo a poluição das praias e mares.

O espetáculo desperta na nova geração outra visão em relação ao descarte de resíduos sólidos. O roteiro é voltado para a promoção da educação ambiental, orientando e sensibilizando o público sobre os impactos ambientais que o lixo provoca. A falta de preocupação da população com o destino de seus resíduos tem gerado muitos danos à natureza. Para se ter uma ideia, dados do Fórum Econômico Mundial, indicam que até 2050 haverá mais plástico nos oceanos do que peixes. Assim, é necessário estimular uma transformação urgente no comportamento da sociedade para reverter este cenário.

O lançamento do musical “Um Passeio Mar Adentro” será no dia 5 de agosto para as crianças do Solar Meninos de Luz, uma instituição filantrópica que promove há 25 anos a Educação Integral para 400 crianças de 3 meses a 18 anos (Berçário ao Ensino Médio), moradoras das comunidades do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, em Copacabana, no Rio.
 
Sinopse: Pedro acompanha o pai em um Mutirão de Limpeza na Ilha Comprida (Arquipélago das Cagarras) e se perde durante o passeio. Ao tentar encontrar o pai, descobre incríveis espécies (golfinhos, bromélias, pererequinhas, cactos, atobás e estrelas do mar) e conhece o ciclo de vida delas, sua função no ecossistema e as ameaças constantes a seu habitat. O foco é o comportamento do homem e a mudança de comportamento necessária para a conservação. A atriz Heloísa Périssé deu voz à personagem Pererequinha, representada por um fantoche.

Ficha Técnica: Texto – João Miranda | Direção Artística: Fabiana Valor | Direção Musical e Trilha Original: Leonardo Valor | Cenário e Figurino: Clivia Cohen | Preparador Vocal: Jardel Maia | Direção de Movimento de Bonecos: Marcio Nascimento | Organização: Lilian de Miranda
 
Informações:
04/08, das 15h às 15h30 e 05/08, das 10h às 11h30
Local: Solar Meninos de Luz – Rua Saint Roman, 149, Copacabana – Rio de Janeiro
17/08, das 10h às 10h30 e das 14h às 14h30
Local: Teatro Baden Powel – Av. Nossa Sra. de Copacabana, 360, Copacabana – Rio de Janeiro
Entrada franca | Classificação indicativa livre

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =