banana-disperdicio
Os britânicos descartam cerca de 1,4 milhões de bananas comestíveis todos os dias
24/05/2017
lixo-em-ilha-no-pacifico
Remota e desabitada, ilha no Pacífico tem a maior concentração de lixo plástico do mundo
30/05/2017

Amigos brasileiros criam tintas orgânicas que não prejudicam as crianças e o meio ambiente

Fonte: Razões para Acreditar

Três amigos brasileiros criaram tintas orgânicas que não prejudicam crianças e nem o meio ambiente. Os pigmentos naturais utilizados vêm de folhas, raízes, frutos, flores e vegetais, que dão origem ao produto.

A prática não é novidade – muito pelo contrário – pois surgiu no início da existência humana, quando o contato com a terra era infinitamente maior. A distância entre o homem e os recursos naturais deu lugar à indústria, incluindo os materiais químicos responsáveis por boa parte da poluição ambiental. Mas agora existe um movimento de resgate dessa relação, de uma forma mais consciente e ecológica.

Cientes dessas condições, depois de um curso no Centro Tibá de Tecnologia Intuitiva e Bio-Arquitetura, os designers cariocas Rafael D’Ávila, Amon Pinto e Pedro Ivo Costa, sócios da agência Zebu, lançaram a “Mancha”, com o intuito de propagar a matéria-prima vegetal, totalmente atóxica. O que significa que, especialmente as crianças, tão curiosas e exploradoras, poderão se divertir e brincar livremente com as tintas.

As tintas possuem 50 cores que podem ser aplicadas em papel ou madeira, sendo possível ainda a utilização na elaboração de materiais gráficos e pintura de móveis, por exemplo. Açafrão, cacau, urucum, espinafre, beterraba e canela são alguns dos elementos mais utilizados por diversas culturas para dar cor a tecidos e outras superfícies propensas à pigmentação. No Brasil, há marcas no segmento de moda que já fazem uso das mesmas para colorir roupas.

A marca sustentável foi selecionada para participar do programa da Incubadora de Empresas do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da UFRJ (COPPE), o Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com o intuito de propagar o uso das tintas em maior escala, substituindo àquelas que são tóxicas e prejudiciais ao meio ambiente e à saúde. Além disso, os empreendedores também venceram um desafio nacional promovido pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. O prêmio – uma viagem à Unidade de Conservação Reserva Natural Salto Morato, no Paraná – serviu para agregar ainda mais aprendizado e conhecimento sobre boas práticas nos negócios.

A Mancha também participa de ações pontuais e workshops de educação infantil, mostrando aos pequenos a relação entre cores e alimentos ao fazer uso das tintas orgânicas. Esse arco-íris de possibilidades e tonalidades vai longe!

Selo Sou Resíduo Zero

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *