Projetos de hortas comunitárias e de compostagem em UBS
22/08/2016
Câmara Brasil-Alemanha quer incentivar práticas de economia circular
24/08/2016

Japão quer usar smartphones antigos nas medalhas para Tóquio 2020

Fonte: Green Savers

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro acabaram há poucos dias, mas a cidade de Tóquio já estão preparando a edição de 2020. Terra apaixonada por tecnologia, o Japão anunciou que quer usar smartphones antigos e outro lixo eletrônico no fabrico das medalhas de ouro, prata e bronze.

A quantidade de lixo eletrônico do país poderia facilmente fornecer a matéria-prima necessária para o fabrico das medalhas. Em 2014, a quantidade de metais preciosos recuperados no Japão através de pequenos dispositivos eletrônicos contabilizava 134kg de ouro, 1566 kg de prata e 1112 toneladas de cobre, principal componente do bronze. Como termo de comparação, nos Jogos Olímpicos de Londres foram necessários 9,6kg de ouro, 1210kg de prata e 700 kg de cobre para a produção das medalhas.

No entanto, o plano japonês terá alguns desafios pela frente. O país ainda não conseguiu implementar um sistema eficaz de recolha de material eletrônico que englobe a grande maioria dos consumidores, e a lei de 2013 que exigia a reciclagem de pequenos eletrodomésticos não teve o sucesso esperado. Também por parte do mercado eletrônico há uma imensa procura destes materiais, em especial da prata, uma vez que muitos destes materiais são reutilizados na fabricação de novos dispositivos.

No início de Junho, a delegação japonesa para os Jogos Olímpicos reuniu-se com representantes de empresas de tecnologia e de reciclagem para criar um plano de consciência pública para uma maior reciclagem de lixo eletrônico, bem como para melhorar o sistema de recolha de dispositivos antigos a tempo da edição Tóquio 2020.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − sete =