30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]
17/02/2021

A inconsciência que degrada, a arte que transforma

Matéria por Ana Rocha O meio ambiente e o resíduo Concordamos que nos últimos 30 anos a humanidade evoluiu em vários aspectos importantes para a nossa sobrevivência. Não podemos dizer que possuímos pouca quantidade de informação sobre como tratar o nosso lixo, já que a internet dispõe de uma tonelada de informações válidas e práticas de como proceder com os nossos […]

Fonte: Green Savers 

Liubliana, capital da Eslovénia, é a Capital Verde da Europa 2016 e um exemplo a seguir pelas outras cidades europeias. É a primeira capital do velho continente a estar perto de uma cidade sem resíduos, onde produtos e recursos são reutilizados e reciclados num verdeiro exemplo de economia circular.

Os resultados obtidos resultam de um trabalho conjunto por parte de decisores políticos, empresas e cidadãos e valeu à cidade o título de Capital Verde Europeia, “[Isto] traz uma grande responsabilidade. Cuidar do ambiente urbano significa cuidar da saúde e do bem-estar das pessoas que vivem nas nossas cidades. Demonstraram que um bom investimento traz bons resultados”, segundo Karmenu Vella, comissário europeu responsável pelo Ambiente, pelos Assuntos Marítimos e pelas Pescas.

A gestão de resíduos urbanos e o desenvolvimento de uma economia circular fazem da metrópole eslovena um exemplo para as demais cidades europeias. Durante os últimos dez anos, os residentes da Liubliana reduziram a quantidade de resíduos que produzem em 15%. Em 2014, cada pessoa eliminou, em média, 283 kg de resíduos, o que representa menos 41% do que a média europeia, pode ler-se no comunicado da Comissão Europeia.

Factores determinantes para estes resultados são a existência de pontos de reciclagem e recolha de resíduos facilmente acessíveis e a recolha porta-a-porta de alguns tipos de resíduos urbanos, os quais asseguram que cerca de dois terços dos resíduos das famílias e das empresas de Liubliana sejam reciclados ou compostados. O que leva a que a quantidade de materiais recuperados na cidade tenha aumentado de 16 kg por pessoa em 2004 para 145 kg em 2014, reduzindo em 59% a quantidade de lixo depositado em aterros.

Entre outras boas-práticas, a cidade aposta em ensinar aos jovens a importância da inovação, do empreendedorismo social e da economia verde, o que pode ser visível no incentivo realizado à reciclagem de produtos. No centro de reutilização público de Liubliana são trocados, em média, 75 produtos por dia, 100 são vendidos e outros recolhidos e separados.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

 

03/06/2016

Economia Circular: Liubliana é cidade modelo

Fonte: Green Savers  Liubliana, capital da Eslovénia, é a Capital Verde da Europa 2016 e um exemplo a seguir pelas outras cidades europeias. É a primeira capital do velho continente a estar perto de uma cidade sem resíduos, onde produtos e recursos são reutilizados e reciclados num verdeiro exemplo de economia circular. Os resultados obtidos resultam de um trabalho conjunto […]