17/02/2021

A inconsciência que degrada, a arte que transforma

Matéria por Ana Rocha O meio ambiente e o resíduo Concordamos que nos últimos 30 anos a humanidade evoluiu em vários aspectos importantes para a nossa sobrevivência. Não podemos dizer que possuímos pouca quantidade de informação sobre como tratar o nosso lixo, já que a internet dispõe de uma tonelada de informações válidas e práticas de como proceder com os nossos […]
25/01/2021

Consulta pública da logística reversa do vidro aberta até dia 05.02, participe!

Consulta pública sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e o Sistema de Logística Reversa de embalagens de vidro. Foi publicada, em 29/12/20, a Portaria nº 641, do Ministério do Meio Ambiente, que abre uma consulta pública sobre a edição de um Decreto que visa regulamentar a Política Nacional de Resíduos Sólidos, mais especificamente o §1º do caput do […]
20/01/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos de da construção civil

A indústria da construção civil é uma das mais importantes atividades socioeconômicas do Brasil, sendo o maior setor empregador da economia nacional e tendo participação de 6,5%% do PIB Brasileiro. Devido à intensa mudança na paisagem, o excessivo consumo de recursos naturais e a elevada geração de resíduos, o setor é grande degradador do meio ambiente. Ele é responsável por […]
11/01/2021

E-commerce pode ser culpado pelo aumento da poluição por resíduos

O pico nas vendas online graças à pandemia teve consequências que vão além da digitalização e mudanças nos hábitos de consumo. Compradores estão tendo dificuldade de descartar corretamente embalagens de produtos e nunca se acumulou tanto papelão nas ruas, segundo a empresa de coleta norte-americana Republic Services. A companhia relatou um aumento de 25% nas coletas de resíduos feitos em residências. Ao […]
07/01/2021

Lei que proíbe utilização de pratos, copos e talheres de plástico entre em vigor em SP

Sancionada em 2020, regra passou a valer a partir do dia 1° de janeiro deste ano. Entretanto, multas e punições previstas no texto original só podem ser aplicadas após regulamentação, que ainda não foi feita pela gestão municipal. A lei municipal nº 17.261, de 13 de janeiro de 2020 proíbe estabelecimentos comerciais da cidade de São Paulo de fornecer aos […]

Fonte: Green Savers 

Liubliana, capital da Eslovénia, é a Capital Verde da Europa 2016 e um exemplo a seguir pelas outras cidades europeias. É a primeira capital do velho continente a estar perto de uma cidade sem resíduos, onde produtos e recursos são reutilizados e reciclados num verdeiro exemplo de economia circular.

Os resultados obtidos resultam de um trabalho conjunto por parte de decisores políticos, empresas e cidadãos e valeu à cidade o título de Capital Verde Europeia, “[Isto] traz uma grande responsabilidade. Cuidar do ambiente urbano significa cuidar da saúde e do bem-estar das pessoas que vivem nas nossas cidades. Demonstraram que um bom investimento traz bons resultados”, segundo Karmenu Vella, comissário europeu responsável pelo Ambiente, pelos Assuntos Marítimos e pelas Pescas.

A gestão de resíduos urbanos e o desenvolvimento de uma economia circular fazem da metrópole eslovena um exemplo para as demais cidades europeias. Durante os últimos dez anos, os residentes da Liubliana reduziram a quantidade de resíduos que produzem em 15%. Em 2014, cada pessoa eliminou, em média, 283 kg de resíduos, o que representa menos 41% do que a média europeia, pode ler-se no comunicado da Comissão Europeia.

Factores determinantes para estes resultados são a existência de pontos de reciclagem e recolha de resíduos facilmente acessíveis e a recolha porta-a-porta de alguns tipos de resíduos urbanos, os quais asseguram que cerca de dois terços dos resíduos das famílias e das empresas de Liubliana sejam reciclados ou compostados. O que leva a que a quantidade de materiais recuperados na cidade tenha aumentado de 16 kg por pessoa em 2004 para 145 kg em 2014, reduzindo em 59% a quantidade de lixo depositado em aterros.

Entre outras boas-práticas, a cidade aposta em ensinar aos jovens a importância da inovação, do empreendedorismo social e da economia verde, o que pode ser visível no incentivo realizado à reciclagem de produtos. No centro de reutilização público de Liubliana são trocados, em média, 75 produtos por dia, 100 são vendidos e outros recolhidos e separados.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

 

03/06/2016

Economia Circular: Liubliana é cidade modelo

Fonte: Green Savers  Liubliana, capital da Eslovénia, é a Capital Verde da Europa 2016 e um exemplo a seguir pelas outras cidades europeias. É a primeira capital do velho continente a estar perto de uma cidade sem resíduos, onde produtos e recursos são reutilizados e reciclados num verdeiro exemplo de economia circular. Os resultados obtidos resultam de um trabalho conjunto […]