24/11/2020

Comércio grande gerador precisa emitir MTR: novo documento eletrônico para gestão de resíduos

Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que gerem no território nacional resíduos perigosos e resíduos não perigosos – como sobras de tecidos, papeis e resíduos equiparados aos domésticos, porém em grande quantidade –, deverão emitir, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR). Estas empresas, consideradas grandes geradores, também devem ter Plano […]
09/11/2020
Foto por Cleber Souza para UOL

Lixo invade estação da linha 6-Laranja do metrô; obra se arrasta há 5 anos

“Aqui é um caos. Às vezes eu acho que não vou ver esse metrô pronto nunca”, reclama André do Nascimento, 58, que mora na Brasilândia, zona norte de São Paulo, há 50 anos. O “metrô” a que ele se refere é a Linha 6-Laranja, que começou a ser construída em 2015, mas teve as obras paradas em setembro de 2016, […]
03/11/2020

Pequenas marcas de cosméticos dão exemplo sustentável de ponta a ponta

Desde a escolha da matéria-prima, de fontes renováveis, até a entrega do produto, para garantir destino das embalagens, empreendedores veem alta nas vendas com busca por mais saúde na pandemia Conheça as iniciativas Óleo corporal de calêndula para problemas de pele e inflamações, suavizador vegano de olheiras com alecrim e olíbano, água micelar orgânica com extrato de aloe vera, gel […]
20/10/2020

Os descaminhos do Lixo – Opinião Estadão

Há um grande contingente de pessoas não atendidas por serviços de coleta, e o setor apresenta déficits consideráveis em relação à coleta seletiva, recuperação de materiais e disposição dos resíduos sólidos Nos últimos anos houve uma melhora quantitativa e qualitativa na cobertura de coleta de lixo no Brasil. O avanço, contudo, foi bem menor do que o necessário: há um […]
15/10/2020

Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo

Sobre o mercado A história do Mercado Municipal Kinjo Yamato tem início no antigo “Mercado Caipira” ou “25 de Março dos produtos hortifrutis”, como era chamado o local antes instalado na Várzea do Parque Dom Pedro e que se tornou conhecido pela comercialização de frutas, legumes e verduras provenientes dos campos onde trabalhavam imigrantes japoneses. Como complemento de renda, esses […]

Fonte: Hypeness

Todo mundo quer se alimentar bem. Mas, enquanto para algumas pessoas comer bem significa gastar fortunas em restaurantes, para outras a alimentação está muito mais ligada à saúde e ao bem-estar. E estas hortas urbanas espalhadas pelo Brasil prometem levar comida de qualidade a um custo acessível para um número ainda maior de pessoas.

São iniciativas simples, que partem de governos, escolas, empresas e indivíduos em busca de uma alimentação mais saudável e que gere menos danos ao meio ambiente. E algumas delas podem ser replicadas aí na sua cidade. Vem ver!

1. Horta Municipal de Porto Real (RJ)

Pensa numa horta criada para distribuir alimentos para escolas municipais e hospitais. Essa é Horta Municipal da cidade de Porto Real, localizada no Rio de Janeiro. Por lá são produzidos alface, couve, cebola, abóbora, mostarda, almeirão, mandioca, acerola, banana, goiaba e ameixa. Os moradores interessados também podem passar no local para buscar uma muda e plantar em casa.

2. Horta das Coruja – São Paulo (SP)

Uma horta urbana, comunitária e sustentável que tinge de verde um pedacinho da nossa tão cinzenta São Paulo. A Horta das Corujas é cercada, mas é apenas para evitar a entrada de cachorros no local. As cercas não têm trancas e permitem que qualquer um entre ali para colher os alimentos plantados nesse espaço dominado pelo espírito comunitário na Vila Madalena.

3. Shopping Eldorado – São Paulo (SP)

Com um telhado verde de quase três mil metros quadrados, o Shopping Eldorado planta hortaliças, legumes e verduras em uma horta que já ganhou até mesmo prêmios de sustentabilidade. Todos os alimentos plantados no local são adubados com uma composteira que usa justamente o lixo orgânico do shopping. Com a iniciativa da empresa, cerca de 1 tonelada de resíduos orgânicos deixa de ir para os aterros todos os dias. Os alimentos gerados na horta são consumidos pelos próprios funcionários.

4. Projeto Germinar – Jaraguá do Sul (SC)

Implantado em 2013 pela prefeitura de Jaraguá do Sul, o Projeto Germinar buscou criar hortas comunitárias para utilizar espaços abandonados da cidade ao mesmo tempo em que promovia a qualidade de vida da população do município. As 26 hortas na cidade estimulam a alimentação orgânica e servem também como um local de interação entre vizinhos. Estima-se que mais de 400 famílias sejam beneficiadas com a iniciativa.

5. Horta Comunitária da Lomba do Pinheiro – Porto Alegre (RS)

Na zona leste de Porto Alegre repousa essa horta comunitária em que qualquer um pode colher os alimentos, desde que também contribua com o plantio. A horta ocupa uma área de 0,7 hectare e é mantida por voluntários, que tomam conta dos cultivos de hortaliças e plantas medicinais.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

14/12/2016

Estas hortas urbanas levam comida de qualidade às pessoas e já são uma realidade pelo Brasil

Fonte: Hypeness Todo mundo quer se alimentar bem. Mas, enquanto para algumas pessoas comer bem significa gastar fortunas em restaurantes, para outras a alimentação está muito mais ligada à saúde e ao bem-estar. E estas hortas urbanas espalhadas pelo Brasil prometem levar comida de qualidade a um custo acessível para um número ainda maior de pessoas. São iniciativas simples, que […]
24/09/2015

O projeto que transforma o lixo orgânico de restaurantes paulistas em adubo

Fonte: Hypeness Quanto lixo você produz na sua cozinha diariamente? Agora pense em um restaurante, que serve diariamente centenas de pessoas no almoço e no jantar. Quanto lixo um restaurante assim produz por dia? A resposta é: bastante. Pensando nisso, a jornalista e especialista em sustentabilidade Fernanda Danelon criou o Instituto Guandu, uma instituição que busca transformar o lixo orgânico […]