30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]
17/02/2021

A inconsciência que degrada, a arte que transforma

Matéria por Ana Rocha O meio ambiente e o resíduo Concordamos que nos últimos 30 anos a humanidade evoluiu em vários aspectos importantes para a nossa sobrevivência. Não podemos dizer que possuímos pouca quantidade de informação sobre como tratar o nosso lixo, já que a internet dispõe de uma tonelada de informações válidas e práticas de como proceder com os nossos […]

Fonte: Hypeness

Todo mundo quer se alimentar bem. Mas, enquanto para algumas pessoas comer bem significa gastar fortunas em restaurantes, para outras a alimentação está muito mais ligada à saúde e ao bem-estar. E estas hortas urbanas espalhadas pelo Brasil prometem levar comida de qualidade a um custo acessível para um número ainda maior de pessoas.

São iniciativas simples, que partem de governos, escolas, empresas e indivíduos em busca de uma alimentação mais saudável e que gere menos danos ao meio ambiente. E algumas delas podem ser replicadas aí na sua cidade. Vem ver!

1. Horta Municipal de Porto Real (RJ)

Pensa numa horta criada para distribuir alimentos para escolas municipais e hospitais. Essa é Horta Municipal da cidade de Porto Real, localizada no Rio de Janeiro. Por lá são produzidos alface, couve, cebola, abóbora, mostarda, almeirão, mandioca, acerola, banana, goiaba e ameixa. Os moradores interessados também podem passar no local para buscar uma muda e plantar em casa.

2. Horta das Coruja – São Paulo (SP)

Uma horta urbana, comunitária e sustentável que tinge de verde um pedacinho da nossa tão cinzenta São Paulo. A Horta das Corujas é cercada, mas é apenas para evitar a entrada de cachorros no local. As cercas não têm trancas e permitem que qualquer um entre ali para colher os alimentos plantados nesse espaço dominado pelo espírito comunitário na Vila Madalena.

3. Shopping Eldorado – São Paulo (SP)

Com um telhado verde de quase três mil metros quadrados, o Shopping Eldorado planta hortaliças, legumes e verduras em uma horta que já ganhou até mesmo prêmios de sustentabilidade. Todos os alimentos plantados no local são adubados com uma composteira que usa justamente o lixo orgânico do shopping. Com a iniciativa da empresa, cerca de 1 tonelada de resíduos orgânicos deixa de ir para os aterros todos os dias. Os alimentos gerados na horta são consumidos pelos próprios funcionários.

4. Projeto Germinar – Jaraguá do Sul (SC)

Implantado em 2013 pela prefeitura de Jaraguá do Sul, o Projeto Germinar buscou criar hortas comunitárias para utilizar espaços abandonados da cidade ao mesmo tempo em que promovia a qualidade de vida da população do município. As 26 hortas na cidade estimulam a alimentação orgânica e servem também como um local de interação entre vizinhos. Estima-se que mais de 400 famílias sejam beneficiadas com a iniciativa.

5. Horta Comunitária da Lomba do Pinheiro – Porto Alegre (RS)

Na zona leste de Porto Alegre repousa essa horta comunitária em que qualquer um pode colher os alimentos, desde que também contribua com o plantio. A horta ocupa uma área de 0,7 hectare e é mantida por voluntários, que tomam conta dos cultivos de hortaliças e plantas medicinais.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

14/12/2016

Estas hortas urbanas levam comida de qualidade às pessoas e já são uma realidade pelo Brasil

Fonte: Hypeness Todo mundo quer se alimentar bem. Mas, enquanto para algumas pessoas comer bem significa gastar fortunas em restaurantes, para outras a alimentação está muito mais ligada à saúde e ao bem-estar. E estas hortas urbanas espalhadas pelo Brasil prometem levar comida de qualidade a um custo acessível para um número ainda maior de pessoas. São iniciativas simples, que […]