24/11/2020

Comércio grande gerador precisa emitir MTR: novo documento eletrônico para gestão de resíduos

Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que gerem no território nacional resíduos perigosos e resíduos não perigosos – como sobras de tecidos, papeis e resíduos equiparados aos domésticos, porém em grande quantidade –, deverão emitir, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR). Estas empresas, consideradas grandes geradores, também devem ter Plano […]
09/11/2020
Foto por Cleber Souza para UOL

Lixo invade estação da linha 6-Laranja do metrô; obra se arrasta há 5 anos

“Aqui é um caos. Às vezes eu acho que não vou ver esse metrô pronto nunca”, reclama André do Nascimento, 58, que mora na Brasilândia, zona norte de São Paulo, há 50 anos. O “metrô” a que ele se refere é a Linha 6-Laranja, que começou a ser construída em 2015, mas teve as obras paradas em setembro de 2016, […]
03/11/2020

Pequenas marcas de cosméticos dão exemplo sustentável de ponta a ponta

Desde a escolha da matéria-prima, de fontes renováveis, até a entrega do produto, para garantir destino das embalagens, empreendedores veem alta nas vendas com busca por mais saúde na pandemia Conheça as iniciativas Óleo corporal de calêndula para problemas de pele e inflamações, suavizador vegano de olheiras com alecrim e olíbano, água micelar orgânica com extrato de aloe vera, gel […]
20/10/2020

Os descaminhos do Lixo – Opinião Estadão

Há um grande contingente de pessoas não atendidas por serviços de coleta, e o setor apresenta déficits consideráveis em relação à coleta seletiva, recuperação de materiais e disposição dos resíduos sólidos Nos últimos anos houve uma melhora quantitativa e qualitativa na cobertura de coleta de lixo no Brasil. O avanço, contudo, foi bem menor do que o necessário: há um […]
15/10/2020

Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo

Sobre o mercado A história do Mercado Municipal Kinjo Yamato tem início no antigo “Mercado Caipira” ou “25 de Março dos produtos hortifrutis”, como era chamado o local antes instalado na Várzea do Parque Dom Pedro e que se tornou conhecido pela comercialização de frutas, legumes e verduras provenientes dos campos onde trabalhavam imigrantes japoneses. Como complemento de renda, esses […]

Fonte: Conexão Lusófona

Quem busca ter em sua vida uma lógica de consumo consciente certamente já se deparou com uma situação do tipo “ok, já deixei de comprar industrializados, minha alimentação é focada em alimentos orgânicos… Mas ainda há desperdícios e produzo imensas quantidades de lixo… Será que não há uma mercearia bio onde se possa comprar apenas os produtos, sem embalagem?”.

É a Maria Granel, mercearia onde, como o próprio nome já diz, todos os produtos podem ser comprados “à sua medida”. A sistemática não é nova, visto que se for à loja acompanhado dos seus avós, eles comentarão que “nos velhos tempos” era assim que se comprava.

Nada está previamente embalado: todos os produtos ficam em dispensadores, ou em caixas transparentes, com doseadores. Os clientes servem-se sozinhos e o preço é apresentado ao quilo, mas existem balanças para que o cliente possa saber quantos gramas leva. Quem for à Maria Granel pode levar as próprias embalagens ou usar um dos recipientes da loja. Isso que permite aos clientes comprarem uma porção exata, por menor que seja, além de fazerem uma viagem pelos sentidos e sabores.

10/12/2015

Portugal tem a sua primeira mercearia bio 100% a granel

Fonte: Conexão Lusófona Quem busca ter em sua vida uma lógica de consumo consciente certamente já se deparou com uma situação do tipo “ok, já deixei de comprar industrializados, minha alimentação é focada em alimentos orgânicos… Mas ainda há desperdícios e produzo imensas quantidades de lixo… Será que não há uma mercearia bio onde se possa comprar apenas os produtos, […]