Hospital de Santarém transforma lixo em adubo e reduz gasto com alimentos
20/10/2016
Pesquisadores do RMIT desenvolvem tijolo feito com bitucas de cigarro
20/10/2016

Suécia dará benefícios financeiros para cidadãos que consertarem seus objetos (em vez de jogá-los fora)

Fonte: The Greenest Post

Reduzir a quantidade de coisas que descartamos é fundamental para diminuir a produção de lixo no mundo. Para tanto, é necessário ir contra a onda do consumo desenfreado e praticar o consumo consciente e responsável. Não é fácil, afinal somos criados para achar que comprar coisas novas é essencial – até por uma questão de status –, mas na Suécia os cidadãos têm um incentivo a mais para pensar duas vezes antes de comprar algo.

A medida, proposta pelo partido Democrata, em parceria com o Partido Verde, é ainda uma proposta parlamentar, mas já causa furor. Se aprovada, ela prevê a redução de taxas para os cidadãos que consertarem bens de consumo – como bikes, roupas e sapatos -, em vez de jogá-los fora e correr para a loja mais próxima para comprar outro.

Na prática, pessoas que prestam serviços de reparos terão impostos reduzidos entre 25 a 12%. Para coisas maiores e mais complexas, como eletrodomésticos, a proposta prevê o reembolso de taxas, o que significa metade do custo do serviço. A medida ainda reduzirá os custos da reciclagem e aumentará os empregos do setor de reparos.

“Acredito que está acontecendo uma mudança de paradigma. O conhecimento de que precisamos fazer com que nossas coisas durem mais para reduzirmos o consumo de novos materiais está se espalhando”, explica Per Bolund, Ministro da Fazenda, para o jornal inglês The Guardian.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + doze =