Manaus sobe para 3% na reciclagem de resíduos sólidos em três anos
24/06/2016
RJ é o primeiro estado do Brasil com política de reaproveitamento de bitucas
25/06/2016

Gigante dos móveis foi seduzida pela embalagem de cogumelo

Fonte: Exame

A gigante sueca Ikea revelou planos para substituir as embalagens plásticas à base de poliestireno que utiliza em alguns produtos por uma alternativa ecológica feita de um material à base de cogumelos, que é completamente biodegradável.

O anúncio foi feito durante evento recente pela diretora de sustentabilidade da empresa no Reino Unido, Joanna Yarrow. “Estamos à procura de alternativas inovadoras para materiais, tais como a substituição de nossas embalagens de poliestireno por micélio, embalagens de fungos”, disse ela. A investida vem ao encontro dos esforços da ampresa para reduzir o desperdício e aumentar a reciclagem.

Nos cogumelos, os micélios formam a estrutura das raízes e são compostos por milhões de pequenas fibras. As fibras se ligam entre si com a quitina, uma substância também presente na casca de alguns animais, como os insetos. O resultado é um ‘plástico natural’ produzido pelos fungos.

A empresa americana Ecovative, com sede em Nova York, é a desenvolvedora do produto. Eles fizeram com que o micélio crescesse perto de resíduos limpos da agricultura, como palha de milho ou caules.

Em poucos dias, as fibras do fungo ganham uma forma sólida que se ligam aos resíduos formando uma massa. A forma resultante é submetida então a um processo de secagem, o que evita que ele cresça mais.

Yarrow disse que a Ikea considera usar a embalagem de cogumelo porque muitos produtos de poliestireno não podem ser facilmente reciclados.

O poliestireno é uma substância que leva milhares de anos para se decompor, enquanto o material feito de micélio pode ser enterrado no jardim, onde se biodegrada dentro de semanas.

Embora a Ikea ainda não tenha confirmado se sua intenção vai virar realidade em breve, a embalagem de cogumelo é, sem dúvida, um material sustentável promissor. O jornal britânico The Telegraph relata que a gigante da informática Dell usa o produto da Ecovative para embalar seus grandes servidores e que outras empresas do Reino Unido também estudam usar a embalagem ecológica.

Em Nova York, onde a Ecovative tem uma fábrica, o material à base de micélio foi empregado como “tijolos ecológicos” em uma instalação vencedora do Programa de Jovens Arquitetos do MoMA, em 2014, desenhado pela firma The Living. Ao que parece, o céu é o limite para os cogumelos.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dois =