25/05/2021

Beacon School é Sou Resíduo Zero

Inaugurada em 2010 e reconhecida pela International Baccalaureate Organization como IB World School, a Beacon School tem hoje mais de 1.000 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio. Em um ambiente que enfatiza o acolhimento, a Beacon oferece uma educação internacional genuinamente bilíngue e aberta para o mundo, ao mesmo tempo em que valoriza suas raízes brasileiras. Reconhecem a diversidade […]
30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]

Fonte: Envolverde

A implantação de um projeto de hortas comunitárias e compostagem de resíduos orgânicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), incentivando a consciência ambiental e a alimentação saudável, surgiu na união de duas secretarias da prefeitura de São José dos Campos, a da saúde e do meio ambiente.

O projeto vai aproveitar o quintal de 12 unidades que tenham área disponível para plantio e criar hortas comunitárias. Também deve adotar a geração de adubo orgânico, a partir da utilização dos resíduos gerados na própria unidade, alinhando-se assim às estratégias do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS).

Segundo a nutricionista da Secretaria de Saúde, Elisabeth Bismarck, o projeto terá um componente educativo e preventivo com pacientes das unidades, especialmente os grupos de risco formados por diabéticos, hipertensos, pessoas com quadros de desnutrição ou obesidade.

As Unidades Básicas de Saúde receberão equipamentos de proteção individual, ferramentas, composteiras e sementes, que serão fornecidos pelo Programa de Promoção da Saúde (SMS). Os funcionários e voluntários envolvidos na horta comunitária receberão treinamento, mudas e apoio do Programa Hortas Urbanas que oferece orientações sobre o cultivo de hortaliças, ervas e temperos em pequenos espaços.

“A ideia é gradativamente começar uma pequena produção de hortaliças nas unidades, praticar a compostagem, que fornecerá o adubo para preparação do solo, e adotar critérios de inclusão para que a comunidade participe de todo este processo”, explicou a nutricionista.

O programa Hortas Urbanas, da Secretaria de Meio Ambiente, oferece orientações sobre o cultivo de hortaliças, ervas e temperos em pequenos espaços. A intenção é estimular a alimentação livre de agrotóxicos e o resgate de um maior contato com a terra. O curso que é dado ensina também como transformar restos de alimento em adubo orgânico, rico em nutrientes.

Uma das metas do Plano de Gestão de Resíduos do município é promover a compostagem dos resíduos orgânicos na fonte geradora, evitando seu transporte para longe do local de origem. O tratamento dos resíduos orgânicos, somado à reciclagem dos materiais secos, aumentará a vida útil do Aterro Sanitário, que hoje recebe em torno de 600 toneladas de lixo domiciliar por dia.

Além das Unidades Básicas de Saúde, o programa de compostagem está sendo expandido para escolas, secretarias e parques municipais. E também atende condomínios de residenciais e domicílios. A compostagem também tem interface com a Agenda Ambiental na Administração Pública, programa que internaliza a responsabilidade socioambiental nas atividades do poder público por meio da adoção progressiva de critérios de sustentabilidade. Um dos eixos temáticos da agenda é a gestão adequada dos resíduos gerados.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

22/08/2016

Projetos de hortas comunitárias e de compostagem em UBS

Fonte: Envolverde A implantação de um projeto de hortas comunitárias e compostagem de resíduos orgânicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), incentivando a consciência ambiental e a alimentação saudável, surgiu na união de duas secretarias da prefeitura de São José dos Campos, a da saúde e do meio ambiente. O projeto vai aproveitar o quintal de 12 unidades que tenham […]
10/12/2015

EACH cria Centro de Valorização de Resíduos Orgânicos

Fonte: USP Em processo de instalação, o Centro de Valorização de Resíduos Orgânicos da Escola de Artes, Ciências e Humanidades, é o novo projeto coordenado por Ednilson Viana, iniciado por ele com base na colaboração de alunos, e depois com a participação das professoras Silvana Godoy e Sylmara Dias. O projeto, ainda em fase inicial, tem como intenção dar destaque […]
24/09/2015

O projeto que transforma o lixo orgânico de restaurantes paulistas em adubo

Fonte: Hypeness Quanto lixo você produz na sua cozinha diariamente? Agora pense em um restaurante, que serve diariamente centenas de pessoas no almoço e no jantar. Quanto lixo um restaurante assim produz por dia? A resposta é: bastante. Pensando nisso, a jornalista e especialista em sustentabilidade Fernanda Danelon criou o Instituto Guandu, uma instituição que busca transformar o lixo orgânico […]