25/05/2021

Beacon School é Sou Resíduo Zero

Inaugurada em 2010 e reconhecida pela International Baccalaureate Organization como IB World School, a Beacon School tem hoje mais de 1.000 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio. Em um ambiente que enfatiza o acolhimento, a Beacon oferece uma educação internacional genuinamente bilíngue e aberta para o mundo, ao mesmo tempo em que valoriza suas raízes brasileiras. Reconhecem a diversidade […]
30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]

Uma das discussões do Fórum Econômico Mundial, que aconteceu em Davos em Janeiro deste ano, foi sobre o futuro do trabalho. Acompanhando o tema em diversas palestras que já vimos sobre o futuro, já tínhamos a informação de pesquisas que estimam que 65% das crianças na escola possivelmente terão profissões que não existem nos dias atuais.

Uma equipe de profissionais acompanhou os painéis em Davos observando as discussões sobre o tema e então, imaginaram e desenvolveram o conceito de 6 profissões do futuro. O renomado artista francês Florian de Gesincourt, em parceria com a agência digital AKQA, o estúdio Happy Finish, e o Misk Global Forum,  transformou os conceitos abstratos em ilustrações.

1.Reciclador de Aterros

A foto em destaque no título desta matéria representa este profissional. Diante da situação de sobrecarga dos aterros sanitários em todo o mundo, essa profissão não nos surpreendeu. Mas continuamos acreditando e trabalhando para conscientizar pessoas e empresas a reduzir a quantidade de lixo gerado, repensando o fluxo de materiais utilizados e fazendo uma gestão de resíduos inteligente.

2.Eticista de tecnologias públicas

Ilustração de Florian de Gesincourg - Futuro do Trabalho - WEF - publico (Foto: Divulgação)

(Foto: divulgação)

Pautado em princípios éticos o profissional tem o papel de avaliar se uma tecnologia será boa para uso público.

3.Operador de impressora 3D

Ilustração de Florian de Gesincourg - Futuro do Trabalho - WEF - construção (Foto: Divulgação)

(Foto: divulgação)

Espera-se que a tecnologia das impressoras 3D avance e atinja produções de estruturas de grande porte, que serão usadas em construções civis, por exemplo. Esse profissional deverá ser capaz de operar tais impressoras.

4.Cirurgião remoto robotizado

Ilustração de Florian de Gesincourg - Futuro do Trabalho - WEF - robo (Foto: Divulgação)

(Foto: divulgação)

Hoje robôs já fazem pequenas cirurgias sendo comandados a distância por seres humanos, em áreas de guerra, por exemplo. Em 20 anos robôs poderiam fazer isso em larga escala, sendo comandados por médicos através de conexões 5G.

5.Conservacionista de identidade nacional

Ilustração de Florian de Gesincourg - Futuro do Trabalho - WEF - monumentos (Foto: Divulgação)

(Foto: divulgação)

Preservar a história nacional, usando de recursos tecnológicos como realidade virtual será uma das responsabilidades desse profissional.

6.Engenheiro de Blockchain

Ilustração de Florian de Gesincourg - Futuro do Trabalho - WEF - blockchain (Foto: Divulgação)

(Foto: divulgação)

A tecnologia disruptiva do blockchain terá profissionais dedicados para aumentar sua infraestrutura.

Segundo Peter Sondergaard, VP da Gartner Insights, em 10 anos os trabalhos exigirão mais inteligência, análise e  criatividade, e o que é repetitivo será feito por máquinas. Tais mudanças já estão exigindo novos modelos de aprendizagem e desenvolvimento assim como a criação de locais de trabalho híbridos que combinam tecnologia e informação para receber equipes multifuncionais.

Fonte: Gartner e Época Negócios

 

Seu evento pode gerar impacto positivo
e obter redução de custo com a gestão de resíduos.

Saiba como, aplicando os princípios do movimento Sou Resíduo Zero

 

 

20/02/2018

Reciclador de aterros será profissão do futuro

Uma das discussões do Fórum Econômico Mundial, que aconteceu em Davos em Janeiro deste ano, foi sobre o futuro do trabalho. Acompanhando o tema em diversas palestras que já vimos sobre o futuro, já tínhamos a informação de pesquisas que estimam que 65% das crianças na escola possivelmente terão profissões que não existem nos dias atuais. Uma equipe de profissionais […]