25/05/2021

Beacon School é Sou Resíduo Zero

Inaugurada em 2010 e reconhecida pela International Baccalaureate Organization como IB World School, a Beacon School tem hoje mais de 1.000 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Médio. Em um ambiente que enfatiza o acolhimento, a Beacon oferece uma educação internacional genuinamente bilíngue e aberta para o mundo, ao mesmo tempo em que valoriza suas raízes brasileiras. Reconhecem a diversidade […]
30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]

Fonte: The Greenest Post

Em plena era dos descartáveis, utilizamos cada vez mais plástico no dia a dia – que, muitas vezes, acumula-se nos oceanos e contamina a vida marinha. Para ter uma ideia, estima-se que até 2050 nós teremos mais plástico do que peixes no mar. Recentemente, contamos a história de um grupo de pescadores que produz bancos com lixo retirado da natureza e virou história de cinema (com direito a prêmio em Cannes).

Agora, para tornar esse tipo de trabalho ainda mais escalável, a startup americana Byfusion criou tecnologia capaz de transformar o plástico retirado dos oceanos em tijolos resistentes para construções mais ecológicas. Com a técnica, é possível reaproveitar o resíduo, reduzir a morte de animais marinhos e ainda transformá-lo em alternativa de abrigo barato para as pessoas.

O produto já foi utilizado na construção de pareces e barreiras em estradas, mas espera-se maior possibilidades de adequação do material para atender outras necessidades do mercado. Para utilizá-lo, não é preciso cola ou adesivos.

A ideia é do Peter Lewis, fundador e principal engenheiro da empresa. O processo envolve uma plataforma modular que comprime o plástico e o transforma em blocos com diferentes formas e densidades, de acordo com a necessidade do material. O resultado foi batizado de RePlast, sistema que pode ser abastecido por eletricidade ou gás natural e não exige higienização da matéria prima.

Segunda a ByFusion, a tecnologia é quase 100% carbono neutro e não tóxica. O objetivo é melhorar a eficiência de projetos de construções sustentáveis e contribuir para a certificação LEED. Estima-se que o material emite, pelo menos, 95% menos gases de efeito estufa comparado a tijolos tradicionais.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

 

 

30/08/2016

Empresa transforma plástico retirado dos oceanos em tijolos

Fonte: The Greenest Post Em plena era dos descartáveis, utilizamos cada vez mais plástico no dia a dia – que, muitas vezes, acumula-se nos oceanos e contamina a vida marinha. Para ter uma ideia, estima-se que até 2050 nós teremos mais plástico do que peixes no mar. Recentemente, contamos a história de um grupo de pescadores que produz bancos com […]