30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]
17/02/2021

A inconsciência que degrada, a arte que transforma

Matéria por Ana Rocha O meio ambiente e o resíduo Concordamos que nos últimos 30 anos a humanidade evoluiu em vários aspectos importantes para a nossa sobrevivência. Não podemos dizer que possuímos pouca quantidade de informação sobre como tratar o nosso lixo, já que a internet dispõe de uma tonelada de informações válidas e práticas de como proceder com os nossos […]

Fonte: Ecycle

Os moradores de Niterói, região metropolitana do Rio, poderão diminuir o preço da conta de luz usando o lixo reciclável para obter o desconto concedido pela Ampla, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica no município. No dia 14 de setembro foi inaugurado um ecoponto itinerante na sede do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), na cidade, para onde as pessoas, tendo em mãos a conta de energia, poderão levar o material reciclável como papel, plástico, papelão, entre outros.

De acordo com o superintendente da Baía de Guanabara do Inea, Paulo Cunha Paixão Henriques, ao conscientizar a população sobre a importância de reciclar o lixo, o meio ambiente sofrerá um impacto menor com o descarte inadequado desse tipo de lixo. “À medida em que você consegue conscientizar a população sobre separar o lixo e ainda revertê-lo em bônus, esse lixo para de ser jogado em rios e passa a ter uma destinação correta, inclusive para ser reciclado e reaproveitado” disse.

O vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, afirmou que a ampliação da rede de pontos de entrega de material reciclável vai fazer com que a reciclagem aumente. Segundo ele, o percentual de reciclagem no Brasil é pequeno porque faltam mais iniciativas desse tipo no país.

O morador do bairro do Fonseca, Paulo Roberto de Souza Mello, de 70 anos, foi o primeiro a levar seu lixo reciclado no ecoponto e disse que o desconto facilita o pagamento da conta de luz. “Antigamente, eu não fazia a separação do lixo, só deixava tudo junto para o lixeiro levar. Eu vejo que é importante fazer a reciclagem para ajudar o meio ambiente também. Para mim, vale a pena fazer essa coleta seletiva”.

De acordo com a Secretaria Estadual do Ambiente, no primeiro dia de funcionamento, o ecoponto iterante recebeu cerca de 100 quilos de material reciclável. O desconto é medido de acordo com o tipo de material e o volume descartado. Materiais como a latas de alumínio e garrafas PET têm descontos de R$ 1,80 por quilo e R$ 0,40 por quilo, respectivamente.

O ecoponto itinerante vai funcionar todas as segundas-feiras na sede da Superintendência Regional da Baía de Guanabara, no centro de Niterói, das 13h30 às 16h30.

 

 

 

 

16/09/2015

Lixo reciclável dá desconto em conta de luz em Niterói

Fonte: Ecycle Os moradores de Niterói, região metropolitana do Rio, poderão diminuir o preço da conta de luz usando o lixo reciclável para obter o desconto concedido pela Ampla, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica no município. No dia 14 de setembro foi inaugurado um ecoponto itinerante na sede do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), na cidade, para onde […]