24/11/2020

Comércio grande gerador precisa emitir MTR: novo documento eletrônico para gestão de resíduos

Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que gerem no território nacional resíduos perigosos e resíduos não perigosos – como sobras de tecidos, papeis e resíduos equiparados aos domésticos, porém em grande quantidade –, deverão emitir, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR). Estas empresas, consideradas grandes geradores, também devem ter Plano […]
09/11/2020
Foto por Cleber Souza para UOL

Lixo invade estação da linha 6-Laranja do metrô; obra se arrasta há 5 anos

“Aqui é um caos. Às vezes eu acho que não vou ver esse metrô pronto nunca”, reclama André do Nascimento, 58, que mora na Brasilândia, zona norte de São Paulo, há 50 anos. O “metrô” a que ele se refere é a Linha 6-Laranja, que começou a ser construída em 2015, mas teve as obras paradas em setembro de 2016, […]
03/11/2020

Pequenas marcas de cosméticos dão exemplo sustentável de ponta a ponta

Desde a escolha da matéria-prima, de fontes renováveis, até a entrega do produto, para garantir destino das embalagens, empreendedores veem alta nas vendas com busca por mais saúde na pandemia Conheça as iniciativas Óleo corporal de calêndula para problemas de pele e inflamações, suavizador vegano de olheiras com alecrim e olíbano, água micelar orgânica com extrato de aloe vera, gel […]
20/10/2020

Os descaminhos do Lixo – Opinião Estadão

Há um grande contingente de pessoas não atendidas por serviços de coleta, e o setor apresenta déficits consideráveis em relação à coleta seletiva, recuperação de materiais e disposição dos resíduos sólidos Nos últimos anos houve uma melhora quantitativa e qualitativa na cobertura de coleta de lixo no Brasil. O avanço, contudo, foi bem menor do que o necessário: há um […]
15/10/2020

Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo

Sobre o mercado A história do Mercado Municipal Kinjo Yamato tem início no antigo “Mercado Caipira” ou “25 de Março dos produtos hortifrutis”, como era chamado o local antes instalado na Várzea do Parque Dom Pedro e que se tornou conhecido pela comercialização de frutas, legumes e verduras provenientes dos campos onde trabalhavam imigrantes japoneses. Como complemento de renda, esses […]

Fonte: The Greenest Post

Dois estuantes de arquitetura, residentes em Roterdã, resolveram criar sua própria tecnologia para construir uma casa a partir de lixo industrial local.

“Nós gostamos de dar uma segunda vida a materiais descartados”, conta Ward Massa, sócio da startup local, chamada Stone Cycling, que produz os tijolos.

Batizado de Waste Based Bricks, os tijolos levaram alguns anos para que pudessem encontrar sua fórmula perfeita. O segredo é juntar vidro, cerâmica e resto de lixo industrial com um fórmula secreta. Também é possível usar resto de tijolos tradicionais e restos de demolição.

Além de reutilizar materiais que acabariam no lixão, o processo de produção dos novos tijolos usam menos energia que os tradicionais (o que reduz ainda mais a pegada de carbono). Graças a parceria com a Academia de Arquitetura de Amsterdã e designers do Studioninedots, a startup pôde desenvolver tijolos que se encaixam como Legos, e não precisam de cimento (assim é mais fácil reutilizar o material, não sendo necessário demolir).

É preciso mais investimento para tornar essa tecnologia escalável. A casa dos estudantes, porém, irá provar que é algo de qualidade, durável e poderá, muito provavelmente, chamar mais atenção para a empresa.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

20/07/2016

Estudantes de arquitetura constroem casa com tijolos feitos de lixo industrial

Fonte: The Greenest Post Dois estuantes de arquitetura, residentes em Roterdã, resolveram criar sua própria tecnologia para construir uma casa a partir de lixo industrial local. “Nós gostamos de dar uma segunda vida a materiais descartados”, conta Ward Massa, sócio da startup local, chamada Stone Cycling, que produz os tijolos. Batizado de Waste Based Bricks, os tijolos levaram alguns anos […]
20/07/2016

Primeira fazenda flutuante do mundo está sendo construída e deve ficar pronta em 2017

Fonte: Somos Verdes Enquanto a população mundial cresce assustadoramente, principalmente na Ásia e África, pode-se observar que terras férteis etão caminhando para escassez em uma “conta que aparentemente não fechará”. Mesmo hoje que temos terras suficientes para plantar, sabemos que ainda há mais de um bilhão de pessoas que sofrem com a desnutrição, seja por viverem em locais isolados, áreas […]