24/11/2020

Comércio grande gerador precisa emitir MTR: novo documento eletrônico para gestão de resíduos

Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que gerem no território nacional resíduos perigosos e resíduos não perigosos – como sobras de tecidos, papeis e resíduos equiparados aos domésticos, porém em grande quantidade –, deverão emitir, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR). Estas empresas, consideradas grandes geradores, também devem ter Plano […]
09/11/2020
Foto por Cleber Souza para UOL

Lixo invade estação da linha 6-Laranja do metrô; obra se arrasta há 5 anos

“Aqui é um caos. Às vezes eu acho que não vou ver esse metrô pronto nunca”, reclama André do Nascimento, 58, que mora na Brasilândia, zona norte de São Paulo, há 50 anos. O “metrô” a que ele se refere é a Linha 6-Laranja, que começou a ser construída em 2015, mas teve as obras paradas em setembro de 2016, […]
03/11/2020

Pequenas marcas de cosméticos dão exemplo sustentável de ponta a ponta

Desde a escolha da matéria-prima, de fontes renováveis, até a entrega do produto, para garantir destino das embalagens, empreendedores veem alta nas vendas com busca por mais saúde na pandemia Conheça as iniciativas Óleo corporal de calêndula para problemas de pele e inflamações, suavizador vegano de olheiras com alecrim e olíbano, água micelar orgânica com extrato de aloe vera, gel […]
20/10/2020

Os descaminhos do Lixo – Opinião Estadão

Há um grande contingente de pessoas não atendidas por serviços de coleta, e o setor apresenta déficits consideráveis em relação à coleta seletiva, recuperação de materiais e disposição dos resíduos sólidos Nos últimos anos houve uma melhora quantitativa e qualitativa na cobertura de coleta de lixo no Brasil. O avanço, contudo, foi bem menor do que o necessário: há um […]
15/10/2020

Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo

Sobre o mercado A história do Mercado Municipal Kinjo Yamato tem início no antigo “Mercado Caipira” ou “25 de Março dos produtos hortifrutis”, como era chamado o local antes instalado na Várzea do Parque Dom Pedro e que se tornou conhecido pela comercialização de frutas, legumes e verduras provenientes dos campos onde trabalhavam imigrantes japoneses. Como complemento de renda, esses […]

Fonte: Rede Nossa SP

A assessora de gabinete da Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana) Júlia Moreno Lara garantiu que São Paulo terá 140 ecopontos em 2016, cumprindo assim o Plano de Metas estabelecido pela prefeitura. A necessidade de mais locais para a população entregar o lixo para evitar o descarte ilegal de resíduos no município foi discutido nesta terça-feira (3/5) pela Comissão do Meio Ambiente da Câmara.

Os ecopontos são locais de entrega de pequenos volumes de resíduos, como entulho da construção civil e objetos volumosos. O cidadão pode depositar até um metro cúbico por dia gratuitamente, o que equivale a uma caixa-d’água de mil litros. “São 90 ecopontos em operação e a meta é chegar a 140 neste ano, porque as unidades estão em obras”, argumentou Júlia.

Para o vereador Jonas Camisa Nova (DEM), seriam necessários mais ecopontos em São Paulo. “A meta estabelecida pela prefeitura é possível, se houver vontade. Acho fundamental a construção de mais ecopontos e o ideal seria pensar no número de habitantes por região para se decidir onde devem ser construídas as unidades”, disse.

A capital paulista, de acordo com pesquisa do Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana do Estado de São Paulo, tem 3.764 pontos de descarte irregular de lixo. “É uma montanha de lixo que se acumula em todas as regiões e contribuem para os alagamentos e proliferação de animais nocivos”, disse Jonas Camisa Nova.

O parlamentar ainda defendeu a necessidade de explicar para a população como funcionam e onde estão os ecopontos. “Alguns munícipes descartam os resíduos em locais inapropriados justamente pelo desconhecimento da localização dos pontos onde esses lixos poderiam ser jogados corretamente”, explicou Jonas Camisa Nova, autor do Projeto de Lei (PL) 126/2016, em tramitação na Câmara Municipal, para que sejam colocadas placas indicativas de localização dos ecopontos em áreas onde resíduos são descartados irregularmente.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

10/05/2016

Amlurb garante que meta de 140 ecopontos será cumprida

Fonte: Rede Nossa SP A assessora de gabinete da Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana) Júlia Moreno Lara garantiu que São Paulo terá 140 ecopontos em 2016, cumprindo assim o Plano de Metas estabelecido pela prefeitura. A necessidade de mais locais para a população entregar o lixo para evitar o descarte ilegal de resíduos no município foi discutido nesta terça-feira […]