30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]
17/02/2021

A inconsciência que degrada, a arte que transforma

Matéria por Ana Rocha O meio ambiente e o resíduo Concordamos que nos últimos 30 anos a humanidade evoluiu em vários aspectos importantes para a nossa sobrevivência. Não podemos dizer que possuímos pouca quantidade de informação sobre como tratar o nosso lixo, já que a internet dispõe de uma tonelada de informações válidas e práticas de como proceder com os nossos […]

Fonte: Green Savers

São mais resistentes, mais baratas e preservam melhor a temperatura ambiente. As telhas de plástico estão a afirmar-se como uma tendência que vai dar destino a muitas embalagens de “longa vida”.

A maior produtora de embalagens de longa vida do mundo, a Tetra Pak, para combater a acumulação de resíduos começou a desenvolver, desde 1999, um sistema de prensagem do material de que são compostas as suas embalagens. De difícil reciclagem, as camadas de plástico e alumínio – que observamos, por exemplo, nos pacotes do leite – uma vez prensadas começaram a afirmar-se como alternativa às telhas tradicionais.

Mais baratas, mais resistentes e com maior capacidade para preservar o calor dentro das casas, a tecnologia que as transforma visa aproveitar os nobres materiais presentes nas embalagens e aproveitar as suas principais características: durabilidade e impermeabilidade.

Além de telhas, a prensagem das embalagens de longa vida também produz placas rígidas que podem ser usadas como revestimentos, tapumes, e outras estruturas leves. Só no Brasil existem mais de 15 empresas que fabricam este tipo de telhas, mas a prática está a generalizar-se pelo mundo.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

07/11/2016

Telhas de plástico: Eficiência e ecologia debaixo do mesmo teto

Fonte: Green Savers São mais resistentes, mais baratas e preservam melhor a temperatura ambiente. As telhas de plástico estão a afirmar-se como uma tendência que vai dar destino a muitas embalagens de “longa vida”. A maior produtora de embalagens de longa vida do mundo, a Tetra Pak, para combater a acumulação de resíduos começou a desenvolver, desde 1999, um sistema […]
05/10/2016

Designers criam móveis sustentáveis usando papel e roupas velhas

Fonte: Hypeness Todos os dias, toneladas de papel são jogados fora – preferencialmente, mas nem sempre, destinados à reciclagem. Ao mesmo tempo, milhões de roupas antigas ficam confinadas no fundo de armários sem ver a luz do sol. Mas dois designers mostram que os materiais podem ser reutilizados e ganhar funções completamente diferentes. O alemão Tobias Juretzek encontrou uma forma […]