24/11/2020

Comércio grande gerador precisa emitir MTR: novo documento eletrônico para gestão de resíduos

Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que gerem no território nacional resíduos perigosos e resíduos não perigosos – como sobras de tecidos, papeis e resíduos equiparados aos domésticos, porém em grande quantidade –, deverão emitir, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR). Estas empresas, consideradas grandes geradores, também devem ter Plano […]
09/11/2020
Foto por Cleber Souza para UOL

Lixo invade estação da linha 6-Laranja do metrô; obra se arrasta há 5 anos

“Aqui é um caos. Às vezes eu acho que não vou ver esse metrô pronto nunca”, reclama André do Nascimento, 58, que mora na Brasilândia, zona norte de São Paulo, há 50 anos. O “metrô” a que ele se refere é a Linha 6-Laranja, que começou a ser construída em 2015, mas teve as obras paradas em setembro de 2016, […]
03/11/2020

Pequenas marcas de cosméticos dão exemplo sustentável de ponta a ponta

Desde a escolha da matéria-prima, de fontes renováveis, até a entrega do produto, para garantir destino das embalagens, empreendedores veem alta nas vendas com busca por mais saúde na pandemia Conheça as iniciativas Óleo corporal de calêndula para problemas de pele e inflamações, suavizador vegano de olheiras com alecrim e olíbano, água micelar orgânica com extrato de aloe vera, gel […]
20/10/2020

Os descaminhos do Lixo – Opinião Estadão

Há um grande contingente de pessoas não atendidas por serviços de coleta, e o setor apresenta déficits consideráveis em relação à coleta seletiva, recuperação de materiais e disposição dos resíduos sólidos Nos últimos anos houve uma melhora quantitativa e qualitativa na cobertura de coleta de lixo no Brasil. O avanço, contudo, foi bem menor do que o necessário: há um […]
15/10/2020

Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo

Sobre o mercado A história do Mercado Municipal Kinjo Yamato tem início no antigo “Mercado Caipira” ou “25 de Março dos produtos hortifrutis”, como era chamado o local antes instalado na Várzea do Parque Dom Pedro e que se tornou conhecido pela comercialização de frutas, legumes e verduras provenientes dos campos onde trabalhavam imigrantes japoneses. Como complemento de renda, esses […]

Fonte: Ecycle

Os moradores de Niterói, região metropolitana do Rio, poderão diminuir o preço da conta de luz usando o lixo reciclável para obter o desconto concedido pela Ampla, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica no município. No dia 14 de setembro foi inaugurado um ecoponto itinerante na sede do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), na cidade, para onde as pessoas, tendo em mãos a conta de energia, poderão levar o material reciclável como papel, plástico, papelão, entre outros.

De acordo com o superintendente da Baía de Guanabara do Inea, Paulo Cunha Paixão Henriques, ao conscientizar a população sobre a importância de reciclar o lixo, o meio ambiente sofrerá um impacto menor com o descarte inadequado desse tipo de lixo. “À medida em que você consegue conscientizar a população sobre separar o lixo e ainda revertê-lo em bônus, esse lixo para de ser jogado em rios e passa a ter uma destinação correta, inclusive para ser reciclado e reaproveitado” disse.

O vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, afirmou que a ampliação da rede de pontos de entrega de material reciclável vai fazer com que a reciclagem aumente. Segundo ele, o percentual de reciclagem no Brasil é pequeno porque faltam mais iniciativas desse tipo no país.

O morador do bairro do Fonseca, Paulo Roberto de Souza Mello, de 70 anos, foi o primeiro a levar seu lixo reciclado no ecoponto e disse que o desconto facilita o pagamento da conta de luz. “Antigamente, eu não fazia a separação do lixo, só deixava tudo junto para o lixeiro levar. Eu vejo que é importante fazer a reciclagem para ajudar o meio ambiente também. Para mim, vale a pena fazer essa coleta seletiva”.

De acordo com a Secretaria Estadual do Ambiente, no primeiro dia de funcionamento, o ecoponto iterante recebeu cerca de 100 quilos de material reciclável. O desconto é medido de acordo com o tipo de material e o volume descartado. Materiais como a latas de alumínio e garrafas PET têm descontos de R$ 1,80 por quilo e R$ 0,40 por quilo, respectivamente.

O ecoponto itinerante vai funcionar todas as segundas-feiras na sede da Superintendência Regional da Baía de Guanabara, no centro de Niterói, das 13h30 às 16h30.

 

 

 

 

16/09/2015

Lixo reciclável dá desconto em conta de luz em Niterói

Fonte: Ecycle Os moradores de Niterói, região metropolitana do Rio, poderão diminuir o preço da conta de luz usando o lixo reciclável para obter o desconto concedido pela Ampla, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica no município. No dia 14 de setembro foi inaugurado um ecoponto itinerante na sede do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), na cidade, para onde […]
14/09/2015

Na Inglaterra, empresa estimula descarte correto de bitucas com pergunta sobre futebol

Fonte: Ecycle As bitucas de cigarro são um problema ambiental. Elas demoram a se degradar, podem provocar incêndios e contaminar córregos, já que possuem cerca de 4,7 mil substâncias tóxicas. Tudo isso se agrava com o fato de que cerca de 12,3 bilhões de bitucas são descartadas diariamente. Existem algumas alternativas para evitar esses danos ao meio ambiente, e a […]