24/11/2020

Comércio grande gerador precisa emitir MTR: novo documento eletrônico para gestão de resíduos

Estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços que gerem no território nacional resíduos perigosos e resíduos não perigosos – como sobras de tecidos, papeis e resíduos equiparados aos domésticos, porém em grande quantidade –, deverão emitir, a partir de 1º de janeiro de 2021, o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR). Estas empresas, consideradas grandes geradores, também devem ter Plano […]
09/11/2020
Foto por Cleber Souza para UOL

Lixo invade estação da linha 6-Laranja do metrô; obra se arrasta há 5 anos

“Aqui é um caos. Às vezes eu acho que não vou ver esse metrô pronto nunca”, reclama André do Nascimento, 58, que mora na Brasilândia, zona norte de São Paulo, há 50 anos. O “metrô” a que ele se refere é a Linha 6-Laranja, que começou a ser construída em 2015, mas teve as obras paradas em setembro de 2016, […]
03/11/2020

Pequenas marcas de cosméticos dão exemplo sustentável de ponta a ponta

Desde a escolha da matéria-prima, de fontes renováveis, até a entrega do produto, para garantir destino das embalagens, empreendedores veem alta nas vendas com busca por mais saúde na pandemia Conheça as iniciativas Óleo corporal de calêndula para problemas de pele e inflamações, suavizador vegano de olheiras com alecrim e olíbano, água micelar orgânica com extrato de aloe vera, gel […]
20/10/2020

Os descaminhos do Lixo – Opinião Estadão

Há um grande contingente de pessoas não atendidas por serviços de coleta, e o setor apresenta déficits consideráveis em relação à coleta seletiva, recuperação de materiais e disposição dos resíduos sólidos Nos últimos anos houve uma melhora quantitativa e qualitativa na cobertura de coleta de lixo no Brasil. O avanço, contudo, foi bem menor do que o necessário: há um […]
15/10/2020

Mercado Municipal Kinjo Yamato intitulado como o primeiro Mercado Sustentável da cidade de São Paulo

Sobre o mercado A história do Mercado Municipal Kinjo Yamato tem início no antigo “Mercado Caipira” ou “25 de Março dos produtos hortifrutis”, como era chamado o local antes instalado na Várzea do Parque Dom Pedro e que se tornou conhecido pela comercialização de frutas, legumes e verduras provenientes dos campos onde trabalhavam imigrantes japoneses. Como complemento de renda, esses […]

Fonte: Jornal da USP

Pela primeira vez, a artista plástica brasileira Tarsila do Amaral (1886-1973) é tema de uma grande exposição nos Estados Unidos e que contará com 16 obras do acervo do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, entre desenhos e fotografias, além do catálogo e a capa do programa da Semana de Arte Moderna de 1922, o livro Pau Brasil e a tela O mamoeiro.

Promovida pelo Art Institute of Chicago e pelo Museum of Modern Art (MoMA), a mostra Tarsila do Amaral: Inventing Modern Art in Brazil apresenta cerca de 130 obras da artista e poderá ser visitada até janeiro de 2018 na cidade de Chicago. São pinturas, desenhos, fotografias e documentos produzidos principalmente na década de 1920, período em que Tarsila transitava entre as sociedades de São Paulo e Paris, recebendo influências que resultariam em seu estilo artístico único. Em fevereiro, a exposição segue para Nova York, onde permanecerá até junho 2018 no MoMA.

“A curadoria dessa mostra se pautou não apenas na grande obra pictórica, mas em toda a produção artística, que passa pelos diversos desenhos que formaram a plástica da artista e culminaram em suas telas. Além dos desenhos em conjunto com as telas famosas, a montagem também apresenta uma grande quantidade de documentos que contextualizam a produção artística de Tarsila do Amaral. Esse viés curatorial vai ao encontro do trabalho que é realizado no IEB, de entender que o acervo pessoal é um conjunto que ressalta o processo de criação, e não somente a sua produção final”, explica a responsável pela Coleção de Artes Visuais do Instituto, Bianca Dettino.

Nascida na cidade de Capivari, em uma abastada família do interior paulista, Tarsila do Amaral mostrou desde cedo uma grande vocação para a arte. Estudou piano, pintura e desenho e, junto com Anita Malfatti, Mário de Andrade, Oswald de Andrade e Menotti del Picchia, foi figura central no desenvolvimento da arte moderna na América Latina.

 

 

srzz

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

 

11/12/2017

Obras do IEB integram exposição inédita sobre Tarsila do Amaral

Fonte: Jornal da USP Pela primeira vez, a artista plástica brasileira Tarsila do Amaral (1886-1973) é tema de uma grande exposição nos Estados Unidos e que contará com 16 obras do acervo do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, entre desenhos e fotografias, além do catálogo e a capa do programa da Semana de Arte Moderna de 1922, o livro Pau Brasil e […]
03/07/2015

Café derramado se torna obra de arte nas mãos dessa artista

Café derramado se torna obra de arte nas mãos dessa artista Fonte: Hypeness Você já deve ter ouvido aquela famosa frase que quase toda mãe já disse: “para de brincar com a comida, menino(a)“. Ao que tudo indica, a mãe da artista Giulia Bernardelli esqueceu de repetir a frase durante a infância da jovem, hoje com 27 anos e formada na Academic […]