30/04/2021

O que é a NBR 10004/2004?

A Norma Técnica Brasileira 10004/2004 tem por objetivo classificar os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente. Esta NBR não considera resíduos radioativos, ficando sob responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear. Qual sua importância? O estabelecimento de uma padronização e codificação dos resíduos facilita o gerenciamento […]
26/04/2021

O que é MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos)?

O Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR é um documento que os geradores de resíduos devem emitir através do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR, e estão sujeitos à elaboração da PGRS. O mesmo permite que os resíduos gerados e destinados sejam rastreados. O documento emitido é numerado e deverá acompanhar o transporte […]
15/04/2021

Tudo que você precisa saber sobre Gestão de Resíduos Sólidos

Qualquer tipo de negócio é um potencial gerador de resíduos, uma vez que estamos constantemente utilizando materiais e consumindo alimentos em nossas atividades diárias. Acabar com os impactos negativos da geração de lixo é um desafio e tanto, porém, de alguma forma, essas atividades podem ser mitigadas e gerar impactos positivos de âmbito social, econômico e ambiental. Fazer a gestão […]
31/03/2021

Conheça a IN IBAMA 13/2012

Entre os instrumentos definidos na Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/10), encontramos o Cadastro Nacional de Operadores de Resíduos Perigosos e o Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais. Estes instrumentos estão atribuídos ao SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente – que dispõe como um de seus Órgãos Executores o IBAMA […]
17/02/2021

A inconsciência que degrada, a arte que transforma

Matéria por Ana Rocha O meio ambiente e o resíduo Concordamos que nos últimos 30 anos a humanidade evoluiu em vários aspectos importantes para a nossa sobrevivência. Não podemos dizer que possuímos pouca quantidade de informação sobre como tratar o nosso lixo, já que a internet dispõe de uma tonelada de informações válidas e práticas de como proceder com os nossos […]

Fonte: Green Savers

Cerca de 910 toneladas de alimentos são perdidos diariamente, em Portugal. Apesar disso, e segundo dados da Direção Geral de Saúde, 50,7% das famílias portuguesas sofrem de algum grau de insegurança alimentar. Para combater estes dois problemas sociais, surge agora a SmartFarmer, uma nova plataforma digital que quer contribuir para o desenvolvimento rural e crescimento econômico local.

Fruto de uma parceria entre a Oikos – Cooperação e Desenvolvimento e a Fundação Vodafone, a SmartFarmer, assume uma grande importância para a agricultura, a economia e a sociedade rural, permitindo o contacto direto entre o produtor e o consumidor, e estimulando uma maior interação social entre as comunidades rural e urbana.

Disponível durante o mês de agosto de 2016, a SmartFarmer poderá ter um papel fundamental na redução do desperdício alimentar, disponibilizando mecanismos de previsão de compras. Também os produtores locais poderão doar produtos cuja venda ao público não se tenha concretizado, mas que estejam aptos para consumo humano.

Com este novo projeto será possível, por exemplo, comprar e vender produtos e serviços agro-alimentares; saber qual a origem e o modo de produção e certificações dos produtos; conhecer a geo-localização de produtores, consumidores, prestadores de serviços e mercados físicos de proximidade simultaneamente; fazer uma comparação entre o preço médio dos produtos dentro do SmartFarmer e no mercado, entre tantas outras possibilidades.

“Os projetos e as entidades que apoiamos têm sempre o intuito de trazer valor acrescentado e representar benefícios reais para a comunidade. É o caso do SmartFarmer, que vai possibilitar uma aproximação entre os produtores e os consumidores, trazendo vantagens para ambas as partes”, sublinha Mário Vaz, presidente da Fundação Vodafone.

Para a Oikos, “o SmartFarmer será um precioso instrumento para que as entidades e restauração coletiva, públicas e privadas, privilegiem as compras locais de proximidade, gerando valor econômico e emprego nas comunidades, sem colocar em perigo a gestão rigorosa dos seus orçamentos”, assume o presidente da instituição, João José Fernandes.

O SmartFarmer é uma plataforma inovadora, que pode ser acedida através de computador, tablet e de uma aplicação para telemóvel, e quer ter um papel ativo na tão importante relação entre os circuitos agro-alimentares e mercados de proximidade.

srzz

 

O que você irá deixar para o mundo?

Conheça o Sou Resíduo

 

19/07/2016

Smartfarmer: Uma solução inovadora portuguesa para a agricultura

Fonte: Green Savers Cerca de 910 toneladas de alimentos são perdidos diariamente, em Portugal. Apesar disso, e segundo dados da Direção Geral de Saúde, 50,7% das famílias portuguesas sofrem de algum grau de insegurança alimentar. Para combater estes dois problemas sociais, surge agora a SmartFarmer, uma nova plataforma digital que quer contribuir para o desenvolvimento rural e crescimento econômico local. […]