O LADO NEGRO DO MERCADO DE RESÍDUOS ELÉCTRICOS E ELETRÔNICOS
02/09/2015
Em canção, Jack Johnson ensina a regra dos três R’s a crianças
08/09/2015

Série de esculturas coloridas mostra o que está acontecendo com o plástico que jogamos fora

Série de esculturas coloridas mostra o que está acontecendo com o plástico que jogamos fora
Fonte: Hypeness

O artista multimídia Alejandro Durán nasceu na Cidade do México e vive no Brooklyn, em Nova York (EUA). Uma temática bastante retratada em seus trabalhos é a intervenção humana na natureza, como essa série de esculturas que ele criou e fotografou, num projeto intitulado Washed Up.

Em meio as verdejantes margens da reserva Sian Ka’an, no México, Durán se deparou com incontáveis montes de lixo plástico – vindo dos seis continentes que habitamos. Declarada patrimônio mundial pela UNESCO em 1987, a reserva chamada de “Origin f the Sky” (Origem do Céu) é dona de uma incrível variedade de plantas, aves, animais terrestres e marinhos. Embora sua região costeira seja protegida pela UNESCO, ela está sendo devastada por quantidades gigantescas de lixo do mundo todo que chegam através das ondas do mar.

Esse plástico não pode ser reciclado devido à exposição prolongada à água do mar. Os resíduos tóxicos deste se diluem na água, consumida por animais marinhos, e chegando para nós também. Durán, então, recolheu o lixo plástico e passou a compor esculturas, imagens coloridas em meio à natureza.

Dependendo do local de construção e apuração do material, o artista levou cerca de 10 dias para criar uma escultura. Ele considera este processo de trabalho semelhante a pintura: o pigmento é substituído por lixo e a tela pela paisagem.

“Eu acho que estamos apenas começando a ver os danos que estamos causando aos nossos ecossistemas marinhos e a nós mesmos“, adverte o artista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *